Equipe feminina do Operário volta a ‘respirar’ com ajuda de R$ 50 mil da CBF

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A notícia de ajuda da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aos clubes que estão disputando os Campeonatos Brasileiros de Futebol Feminino das Séries A e B caiu como um grande alívio para a sobrevivência do Operário Futebol Clube, único representante de Mato Grosso no torneio nacional. Na semana passada, a entidade garantiu um repasse no valor de R$ 50 mil para cada equipe envolvida nas duas divisões.

Sem jogar desde abertura da Segunda Divisão do Brasileirão, quando estreou com derrota de 4 a 0 para o Foz Cataratas (PR), o Operário se viu obrigado a paralisar todos os treinamentos por causa do coronavírus. Mesmo antes da inatividade para conter a doença, o clube já vinha tendo dificuldade financeira para manter o elenco de jogadoras.

Responsável pelo grupo, a desportista Elair de Brito, a dona Juju, já reclamava a ausência de apoio para manter mais de 20 atletas sem nenhum atividade. Os custos são inúmeros como manutenção do alojamento, ajuda de custo, água, luz e o essencial, a alimentação.

Pelos cálculos feitos, o custo gira em torno de R$ 10 mil por mês. “Qualquer ajuda é bem vinda. Nesse período de crise, em que tudo está parado, chega em ótimo momento. Já estamos quase um mês sem fazer nada e as contas vão chegando. Já nos motiva a continuar trabalhando”, disse.

Fonte: A Gazeta

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️