baner topo1
Juara – Mato Grosso
[dataehoranews]

Escola Ceja Alternativo foi desativada em Juína

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Depois de muitos protestos e manifestações através de abaixo assinados em redes sociais, chega ao fim as atividades do Ceja Alternativo em Juína/MT.

A escola Ceja Alternativo foi implantada no ano de 2008 no município, no entanto, a educação de jovens e adultos (EJA) já funcionava desde os anos 90.

A assessora Pedagógica responsável pela unidade, Eulália Sandra Zambiase, falou com a reportagem do Juína News sobre a desativação do Ceja Alternativo, explicando que modalidade de ensino será descentralizada e implantada em outras unidades escolares da região central como a E.E Dr. Artur Antunes Maciel, no Bairro Módulo 02, E.E. Padre Ezequiel Ramim, no módulo – 5, e E.E 21 De Abril, no Bairro Padre Duílio.

Eulália recomendou que os alunos que desejam estudar na modalidade de ensino modular, a procurar uma dessas unidades de ensino e estar efetuando a matrícula o mais breve possível, levando em conta que o número de demanda está abaixo do esperado, sendo autorizado até o momento apenas duas turmas para a modalidade de ensino de jovens e adultos apenas na E.E Padre Ezequiel Ramim e autorizado o primeiro segmento de mais uma turma, totalizando três turmas ainda incompletas, o que é preocupante, pois as demais turmas só serão liberadas com um número maior de matriculas, onde a demora do processo de autorização comprometerá o ano letivo dos alunos.

Segundo a assessora pedagógica, foram desativados todos os Ceja do estado de Mato Grosso, onde o atual secretário de estado de educação alega a evasão dos alunos, e outros problemas de ordem da SEDUC, (Secretaria Estadual de Educação e Cultura).

Alguns Ceja serão transformados em escolas de ensino regular em algumas cidades, quanto que em outras o Ceja foi totalmente desativado, como o caso da cidade de Juína, onde o prédio está em processo de doação para secretaria de educação municipal de Juína (SMEC), após os tramites, o prefeito Paulo Veronese e o secretário municipal de educação Ericson Leandro De Oliveira irão decidir os novos rumos e ocupação da estrutura predial.

O Ceja Alternativo da cidade de Juína tem uma longa história na formação de muitos cidadãos juinenses, e também dos educadores que ao longo dos anos desenvolveram seus trabalhos na unidade, onde mesmo com justificativas, o governo não acatou a proposta e descentralizou a modalidade de ensino do Ceja.

Eulália acredita que com a implantação da modalidade do E.J.A nas escolas dos bairros, muitas pessoas possam aproveitar a oportunidade de estudarem próximos a suas residências, porém na forma de ensino modular.

Dados levantados pelo Juína News mostram que no ano de 2019 foram realizadas um total de 807 matrículas no Ceja Alternativo de Juína, e em 2020, ano em que estourou a pandemia da Covid-19, a escola efetuou cerca de 518 matrículas.

Fonte: Juina news

Com muito ❤ por go7.site