baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Jorginho aponta que Cuiabá foi prejudicado por arbitragem diante do Corinthians

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Apesar de dizer que pouparia críticas à arbitragem, o técnico Jorginho não conseguiu esconder a insatisfação após a derrota para o Corinthians, por 2 a 1, ontem à noite, na Arena Pantanal. O comandante do Cuiabá chegou a apontar que o time foi prejudicado, e que o psicológico do árbitro Ramon Abatti Abel pode ter favorecido a situação para o Timão.

O duelo, inclusive, terminou com muita reclamação da equipe mato-grossense. A Polícia Militar precisou ser acionada e escoltou o quarteto de arbitragem, formada além de Ramon, pelos assistentes Kleber Lúcio Gil, Eder Alexandre, e o quarto árbitro Luiz Paulo de Moura Pinheiro.

O principal ponto de contestação de Jorginho, foram os poucos minutos de acréscimo dados pelo árbitro no segundo tempo. Nos 45 minutos finais, foram oito substituições, paradas para atendimento médico, análise de lance pelo VAR, além da expulsão do capitão cuiabano Anderson Conceição, que acabaram paralisando a partida em diversos momentos. O confronto foi até próximo dos 50 minutos.

Jorginho também lembrou as inúmeras paradas feitas pelo Corinthians. No perfil do Cuiabá em uma rede social, inclusive, os administradores criticaram a ‘cera’ feita pelo goleiro Cássio, desde a etapa inicial do confronto, quando o Timão já estava na frente do marcador.

“Já joguei em grandes times do futebol brasileiro, o Cuiabá é um estreante e tem essa questão mesmo psicológica, de um grande time como é o caso do Corinthians, não que eles vão fazer pressão, ou que favoreceu, não é isso. Se a gente fizesse isso com eles, com certeza teria dado 7 ou 8 minutos, mas com o Corinthians ele não quis fazer”, disparou o comandante.

O técnico ainda apontou que gostaria que não acontecesse “dois pesos e duas medida”. “Mas talvez a parte psicológica do árbitro pode acabar favorecendo uma situação como essa”. “Momentos como esse podem atrapalhar uma busca nossa, pelo nosso maior objetivo que é permanecer na primeira divisão”, destacou.

Com o resultado, o Cuiabá estaciona na 15ª posição, com 12 pontos, e segue ameaçado pela zona de rebaixamento. A derrota também interrompeu uma sequência do Dourado, que não perdia há quatro jogos. O time mato-grossense entra em campo no próximo sábado (31), contra o Internacional, no Beira Rio, em Porto Alegre.

Fonte: Só Notícias (foto: assessoria)

Com muito ❤ por go7.site