Governador Taques confirma Nigro na Casa Civil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O secretrio adjunto de Desenvolvimento do Turismo Luiz Carlos Nigro (PSDB), foi confirmado sendo o substituto do secretrio-chefe da Casa Civil Paulo Taques que comandar o novo Gabinete de Articulao Poltica. A informao foi confirmada na tarde desta quinta-feira (21) pelo Gabinete de Comunicao do Governo (Gcom). O governador Pedro Taques (PSDB) dever criar o novo gabinete por meio de um decreto. O Gabinete de Articulao Poltica, passar a ser responsvel pela articulao de poltica e gerenciamento de crise no governo. A Casa Civil que hoje tem a funo de ser o porta-voz do Executivo com os deputados, por exemplo, far somente articulaes interna, como acompanhar execues de projetos e o funcionamento de cada secretaria. O governo h tempos vem sendo cobrado por causa da falta de polticos experientes no staff, principalmente por parte dos deputados estaduais. Reforma administrativa A segunda fase da Reforma Administrativa ser votada aps os deputados retornarem do recesso parlamentar, no ms de agosto. A reforma prev demisses de cargos comissionados, extino de uma secretaria, dois gabinetes e 30 fundos estaduais. Os gabinetes que sero extintos so de Assuntos Estratgicos (Gae) e de Desenvolvimento Regional. O gabinete de Assuntos estratgicos deve ser vinculado Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econmico (Sedec), assumir as funes do gabinete de Desenvolvimento. Os gabinetes de Comunicao (Gcom) e de Transparncia e Combate Corrupo (GTCC) sero mantidos. A nica secretaria que ser extinta a de Cincia, Tecnologia e Inovao (Secitec) que pode ser vinculada com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econmico. Tambm est previsto a extino das autarquias da Companhia de Minerao de Mato Grosso (Metamat), da Empresa de Gs de Mato Grosso (MT Gs) e da Empresa de Fomento de Mato Grosso (MT Fomento). Os cortes nos gastos prev que o Executivo se enquadre na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O estado ultrapassou o limite de 49% permitido pela Lei.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️