Governo faz encontro para atualizar ações de enfrentamento ao coronavírus em MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O governo de Mato Grosso realizou, esta manhã, no auditório Garcia Neto o segundo encontro com os profissionais que integram a equipe do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) para debater as ações e conduções estratégicas de alinhamento para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19), no Estado.  O encontro extraordinário reuniu membros da Secretaria de Estado de Saúde, demais representantes das esferas municipais e autoridades do Ministério Público.

A ação faz parte do plano de atuação do COE, que prevê a realização de encontros frequentes e extraordinários – a cada 15 ou 30 dias – para a tomada de decisões estratégicas ligadas ao monitoramento e combate à propagação do vírus que circula pelo mundo, já havendo a confirmação de 77 casos no Brasil, até o fechamento desta matéria.

“A medida em que os casos de coronavírus vão aumentando no Brasil, a situação vai se tornando mais preocupante. Provavelmente, hoje, o país passe dos 50 casos confirmados e, diante desta situação, precisamos atuar na atualização do planejamento da assistência para tratar dos casos da doença quando ela chegar em Mato Grosso”, explicou Gilberto Figueiredo, secretário de Estado de Saúde.

Além disso, o gestor da saúde explicou que uma das medidas que será realizada pelo Governo de Mato Grosso é o lançamento de um edital emergencial para a compra de insumos de estoque estratégico para o subsídio da Rede Estadual. “Nós estamos trabalhando no planejamento de organização das equipes e preparando nossas unidades. O Governo de Mato Grosso vai lançar um edital de aquisição emergencial de insumos para o Laboratório Central do Estado e equipamentos de proteção individual para os profissionais da saúde. Ainda faremos uma reunião preventiva para identificar possíveis leitos de enfermaria e Unidades de Terapia Intensiva em hospitais privados. Estamos pensando em todas as possibilidades para, caso seja necessário, ampliar a assistência no Estado”, explicou o gestor.

Caso algum paciente tenha a confirmação de coronavírus em Mato Grosso e esteja em quadro leve ou moderado, os tratamentos serão realizados em domicílio e o doente ficará em quarentena, sendo monitorado por profissionais da saúde local. O protocolo do Ministério da Saúde determina que apenas pacientes em casos graves e críticos sejam encaminhados para os hospitais habilitados para o tratamento.

Sobre o cancelamento de eventos, aulas da rede de ensino ou expediente dos órgãos e secretarias, o Estado não possui casos confirmados e, por isso, ainda não há nenhuma recomendação para que sejam tomadas medidas de suspensão dessas atividades que, por hora, seguem normalmente em todo Estado.

Mesmo com a chegada da doença no Brasil, Mato Grosso não registrou a confirmação de nenhum caso positivo para infecção humana do novo coronavírus (Convide-19).  A afirmação é feita por parte dos profissionais da Secretaria Adjunta de Atenção e Vigilância em Saúde da SES, que atuou no monitoramento dos 12 casos investigados no Estado. Desses, sete casos foram descartados e quatro foram excluídos por não preencherem os critérios de definição para COVID-19.

Agora, estão sendo monitorados casos suspeitos em Alto Taquari (1), Cuiabá (4), Diamantino (1), Glória D’Oeste (2), Lucas do Rio Verde (1),

Fonte: Sonoticias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️