Implantação de UTI no Hospital e Maternidade São Lucas em Juara depende de parceria público-privada para ser viável

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
S‹o Paulo, SP , BRASIL-15-07-2016: HOSPITAL SêRIO LIBANES - Inaugura‹o da UTI Cardiol—gica Humanizada, no hospital S’rio Libanes, em S‹o Paulo. (Foto: Bruno Santos/ Veja.com)

Em entrevista à Rádio Tucunaré no último dia 28, proprietários do Hospital e Maternidade São Lucas de Juara, explicaram sobre a possibilidade de ser implantado leitos de UTI naquele hospital.

A implantação de UTI, quer seja num hospital público ou privado, requer um gasto muito alto, pois além dos muitos equipamentos necessários em cada leito, a contratação de médicos intensivistas por 24 horas, assim como enfermeiros, a manutenção de limpeza, medicação e exames constantes eleva muito o custo.

Devido a esse alto custo operacional, para que o hospital possa implantar o serviço, existe a necessidade de uma parceria público-privada, onde o hospital possa também atender pacientes do sistema público e receber os repasses por esses atendimentos, pois comente com atendimentos de pacientes particulares não é viável devido a baixo número de moradores da região, explicaram os médicos.

Para o poder público, essa é uma solução barata, visto que a construção e a manutenção de leitos de UTI em Juara requerem repasse de grande vulto por parte do Estado.

A parceria com o Consorcio Intermunicipal de Saúde significaria a viabilização do serviço para atender toda a região, que hoje não tem UTI mais próximo que 300 km, e com grande dificuldade em conseguir vaga.

Essa conquista será muito importante para salvar vidas em estado grave de toda a região, dividindo os custos de maneira justa e proporcional, ou seja, o poder público internaria os pacientes graves nessa UTI e arcaria com os custos deles.

O valor desse custo está estabelecido em tabela do Governo Federal.

A proposta deverá ser encaminhada a Prefeitura Municipal de Juara, através da Secretaria de Saúde e ao Consórcio, que somente após análise de viabilidade é que a direção do Hospital São Lucas poderá anunciar ou não, a implantação do serviço para 2021, assim explicou o médico Dr Ricardo Leandro.

 

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️