Impugnado pela Justiça eleitoral de Juara Priminho Riva vai recorrer ao TRE-MT para tentar registrar sua candidatura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O indeferimento da candidatura do ex-prefeito Priminho Riva e também do candidato a vice prefeito Léo boy, ambos do PL, era esperada pelo candidato em questão, que decidiu recorrer e lutar na justiça por sua candidatura.

Na manhã do dia 16, a rádio Tucunaré publicou a sentença do juiz eleitoral da Comarca de Juara, chapa do PL composta por Priminho Riva e Léo boy e em conversa com o ex-prefeito, o mesmo declarou, que sabia que seria impugnado na sentença de primeira instância e vai recorrer da sentença, porque acredita que nada deve à justiça e que não cometeu nenhum ato doloso.

Em áudio Priminho, revelou que está absolutamente tranquilo e que com ele, existem muitas pessoas e, portanto, não vai desistir de sua candidatura e seus advogados vão recorrer dessa decisão.

Priminho disse que existem várias jurisprudências no Brasil, de candidatos que conseguiram registrar candidatura com contas rejeitadas no tribunal de contas da União e que, os seus processos foram absolvidos na justiça federal e a justiça eleitoral de Juara levou em conta somente a sentença do Tribunal de Contas da União. “Estamos fazendo a nossa defesa e vamos recorrer sim e vamos continuar candidatos e tenho certeza que vamos obter êxito no final. Nosso advogado é de Cuiabá assim sabemos que é problema, sabemos o que vamos enfrentar, mas vamos enfrentar sim. O juiz não analisou a nossa defesa e deu a decisão. Vamos trabalhar em cima disso… Aqui eu já esperava isso aí mesmo, não era diferente”, disse.

Pelas redes sociais, parte da população relembrou o caso das eleições de 2012 em Juara, quando o ex-prefeito Oscar Bezerra que foi indeferido em Juara, recorreu ao TRE-MT (tribunal Regional Eleitoral) e perdeu e buscou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), onde perdeu novamente e por isso Juara teve uma segunda eleição.

Os casos são diferentes no que se refere aos impedimentos relacionados na Lei Ficha Limpa, mas iguais nas circunstâncias de uma candidatura incerta, até que a justiça decida novamente, em nova sentença. Priminho reconhece que é uma situação desagradável, mas se diz seguro de conquistar o registro de sua candidatura no recurso em Cuiabá.

A reportagem da Rádio Tucunaré não conseguiu entrevistar Leo Boy sobre o caso, até o fechamento dessa matéria.

Agora é aguardar a segunda resposta da justiça eleitoral, em grau de recuso no TRE-MT, que irá reanalisar a decisão do juiz de primeira instância de Juara e confirmar ou não a sentença, que indeferiu a candidatura tanto de Priminho Riva quanto de Léo Boy.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️