Indea de Juara alerta sobre a importância da prevenção contra a Raiva bovina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Um boi morreu em um sítio em Novo Mundo a 791 km de Cuiabá, na semana passada, conforme o laudo divulgado pelo Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) na segunda-feira do dia 10 de fevereiro, e a causa da morte foi raiva animal.

De acordo com informações, o último caso da doença registrado no município havia sido há oito anos.

Diante disso, mais focos suspeitos surgiram em Mato Grosso e com a finalidade de prevenir, o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) de Juara vem atendendo aos chamados dos pecuaristas em relação as notificações suspeita da doença, onde a equipe do Indea faz a coleta de sangue dos animais e envia para analises em laboratório.

Essas ações são importantes para prevenir contaminações dos animais e até mesmo para o ser humano foi o que disse a médica veterinária do Indea de Juara Karina de Barros.

Ela ressaltou que instituto faz a fiscalização em um raio de 12 quilômetros do local onde animal foi encontrado morto ou com suspeita da doença (Raiva bovina). Para evitar esse tipo de prejuízo em seu rebanho, os pecuaristas precisam ficar atentos a qualquer vestido que possam ser sintomas da doença Raiva Bovina que além de atingir o animal com fortes danos é transmissível ao homem.

A medida faz parte do protocolo a ser seguido em caso de raiva bovina, como forma de prevenção e assim, a região deve ter acompanhamento da Vigilância Ambiental e todos os procedimentos são tomados no sentido de prevenção.

Ouça a entrevista da médica veterinária do Indea de Juara Karina de Barros:

Fonte: Acessenoticias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️