baner topo1
Juara – Mato Grosso
[dataehoranews]

Inundações na Indonésia deixam pelo menos 44 mortos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
JOY CHRISTIAN / AFP

Ao menos 44 pessoas morreram neste domingo (4) em inundações e deslizamentos de terra na ilha indonésia de Flores, no leste do país. As autoridades temem que o número de vítimas seja ainda maior.

“Há 44 pessoas mortas e nove feridas” na região leste de Flores e “muitas (…) continuam debaixo da lama”, disse à AFP o porta-voz da agência de gestão de desastres, Raditya Jati.

Horas antes, a agência registrou 23 mortos, nove feridos e dois desaparecidos.

As chuvas torrenciais provocaram inundações em vários distritos da Ilha de Flores, onde a maioria da população é católica, por volta da 1h (14h de sábado, hora de Brasília), horas antes do início das celebrações da Semana Santa.

Dezenas de casas foram cobertas pela lama, enquanto pontes e estradas foram destruídas na parte leste da ilha.

A única via de acesso agora é pelo mar, a partir da ilha de Adonara, “mas as chuvas e a forte maré tornam impossível a travessia”, disse Jati à AFP.

Espera-se que as condições meteorológicas extremas continuem durante toda a semana na região.

Casas foram destruídas pelas fortes chuvas que atingiram a Ilha de Flores, na Indonésia

JOY CHRISTIAN / AFP

Além disso, as inundações causadas pelas fortes chuvas afetaram neste domingo a cidade de Bima, na província vizinha das ilhas da Sonda ocidentais (West Nusa Tenggara), e causaram a morte de duas pessoas, segundo a agência.

Represas transbordaram e submergiram quase 10.000 casas em Bima, após nove horas de chuvas, disse Jati.

Os deslizamentos de terra e as inundações repentinas são habituais no arquipélago indonésio, especialmente durante a temporada de chuvas. Mas ambientalistas apontam o desmatamento como um fator que favorece estres desastres.

Em janeiro, 40 indonésios morreram em inundações que afetaram a cidade de Sumedang, no oeste de Java.

A agência nacional de gestão de catástrofes calcula que 125 milhões de indonésios, aproximadamente a metade da população do arquipélago, vivem em áreas de risco de deslizamentos.

Fonte: R7

Com muito ❤ por go7.site