Juara: Entenda a diferença entre Monitoramento de casos suspeitos e Internação de casos suspeitos de coronavirus.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Em tempos de pandemia algumas pessoas são exageradamente tranquilas e outras exageradamente estressadas, pois os muito tranquilos se esquecem de prevenir contra o covid 19 de maneira correta e os estressados entram pânico e ficam assombrados por uma situação criada na mente histérica, muito pior que a realidade.

Em Juara, até esse dia 01 de Abril, não há nenhum paciente internado com suspeita de coronavirus nas unidades hospitalares (publica ou privada) mas existem várias pessoas monitoradas em suas casas. Esse resultado pode mudar em qualquer momento.

Em Juara muitas pessoas não conseguiram a entender o protocolo adotado pelas autoridades sanitárias de monitoramento de pacientes suspeitos. Não sabem o que significa e por que todo paciente que chaga num hospital com sintomas parecidos com coronavirus é classificado como suspeito.

O médico Dr Ricardo Leandro, do Hospital São Lucas enviou o áudio a Rádio Tucunaré para explicar, o porquê as pessoas são colocadas em quarentena sob Suspeita de estarem portando coronavirus, quando procuram o pronto atendimento daquele hospital.

1- Não existe teste de laboratório para todos os habitantes em Juara, para saber se uma pessoa, que procura o hospital com os sintomas semelhantes ao do coronavirus, se é portadora ou não da doença.

2- O laboratório do Governo não consegue atender todos os pedidos de exame em tempo rápido e os laboratórios privados não conseguiram comprar os kits necessários.

3- O paciente que aparece no hospital com sintomas de febre, dores pelo corpo e dificuldade respiratória,  passa a ser monitorado e recebe um atestado de quarentena para ficar afastado do trabalho. O paciente assina termo de responsabilidade e ficará isolado dentro de sua casa.

4- Não quer dizer que essas pessoas estejam com coronavirus mas como não há condições de afirmar, por falta de exames laboratoriais, que são ou não, então por prudência todos esses pacientes estão sendo consideradas suspeitas e passam a ser monitorados.

5- Durante o isolamento se o paciente tiver agravamento de sintomas deverá voltar ao hospital para nova consulta e o medico decidira por sua internação ou não.

6- Quando esses pacientes retornam ao hospital para novos exames, eles são colocados em salas separadas em ambientes devidamente preparados, para evitar a contaminação de outras pessoas no ambiente hospitalar.

Ouça a entrevista

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️