baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sábado, 16 de Outubro de 2021

Ação social da Polícia Civil e Conseg distribuiu cestas básicas à famílias carentes de Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

No final do mês de agosto para o início do mês de setembro de 2021, a Polícia Judiciária Civil em parceria com o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Conseg) do município de Juara fizeram a distribuição cestas básicas para famílias carentes em bairros da cidade.

Foram destruídos produtos gêneros alimentícios, higiene e limpeza, cuja finalidade foi de ajudar famílias de baixa renda ou até mesmo aquelas que estão desempregadas, e na maioria das vezes são atendidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e vivem em situação de vulnerabilidade.

Quero aqui agradecer toda equipe de saúde de Cuiabá em nome da enfermeira Marilza Viana

As cestas foram entregues ao Conseg de Juara durante o 1° Congresso Nacional de Federações e Conselhos Comunitários de Segurança Pública do Brasil, que aconteceu no dia 28 de agosto em Chapada dos Guimaraes.

O presidente do Conseg, Aparício Cardoso da Rosa explica que foi um atitude extremamente louvável da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em especial em Juara, onde o delegado, Dr. Carlos Henrique nomeou a investigadora de da Polícia Civil, Andreia Menegon de Arruda que fez um brilhante trabalho de visitas a essas famílias constatando-se que realmente teriam necessidade de receber essas cestas.

De acordo com o presidente, essa ação foi realizada em todas as cidades onde existe o Conseg, e que está devidamente organizado e regulamentado por lei.

“Estamos muito felizes em poder contribuir com essa causa nobre, e junto com a Polícia Civil representando pelo delegado Dr. Carlos Henrique Engelman e Andreia Menegon realizar essa ação, onde a gente pode ver nos olhos das famílias a felicidade em receber o benefício ressaltou”, Aparício Cardoso, presidente do Conseg.

Por sua vez, destacou a ação conjunta entre as instituições foi de extrema importância, e a seleção dessas famílias foi feita mediante a verificação nas residências, e que o trabalho foi feito de forma discreta com veículo descaracterizado.

“Essa é uma ação imensurável e grande magnitude esse trabalho social coletivo, tendo em vista que muita vezes, a comunidade, a população ficam distante da polícia, e isso é uma forma da gente se aproximar dessas e pessoas e mostrar que a polícia é para fazer a segurança, mas também para contribuir com todos os cidadãos”, concluiu a investigadora, Andreia Menegon.

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site