Juara – Mato Grosso
Segunda-Feira, 26 de Fevereiro de 2024

Advogada revela que autoridade juarense comemorou prisão das mulheres em Juara.

Após a Polícia Federal prender duas mulheres em Juara no dia 18, a advogada Silvia Giraldelli, que assiste uma das acusadas , através de uma live em sua rede social, informou a respeito dessas prisões .

Dra. Silvia conta que a Polícia Federal da delegacia de Sinop prendeu duas mulheres em Juara, levando-as até a delegacia da Polícia Federal de Sinop, onde foram interrogadas e posteriormente levadas para o presídio na cidade de Colíder.

As mulheres são acusadas de participar das manifestações políticas no dia 8 de janeiro em Brasília, que culminou em depredação do patrimônio público na praça dos Três Poderes.

Advogada declarou a sua indignação com essa ordem de prisão, pois são pessoas que não tem nenhuma passagem pela polícia, são pessoas notoriamente de bom comportamento e cumpridora de seus deveres como cidadãs, cujas famílias também são tradicionais e conhecidas pelo bom comportamento social.

Bastante indignada a advogada Silvia declarou que essas prisões aconteceram devido a denúncias de pessoas da cidade, ou seja, alguém desejando ver essas pessoas presas, formulou a denúncia. Ela ainda relata que chegou a constatar, que uma autoridade comemorou em rede social como sendo um grande dia. “Pasmem, meus queridos, autoridades do município comemorando com postagem no Instagram dizendo que o dia foi maravilhoso, evidentemente sobre as prisões”, disse.

Ela se disse indignada de ver a capacidade humana de alguém comemorar a desgraça alheia. Comemorando uma prisão injusta e ilegal como se fosse algo glamuroso.

Na tarde desse dia 19 , a advogada foi para Colíder para iniciar a defesa de uma das senhoras presa nessa operação lesa-pátria da polícia federal, por ordem do ministro Alexandre de Moraes e segundo Silvia, trata-se de mais uma prisão sem nenhuma prova, sendo que a única prova são denúncias de pessoas da própria cidade de Juara, lamentou.

Sobre o fato de existir fotografias da participação delas , postado em suas próprias redes sociais, a  Advogada Silvia ressaltou, que são da data do ano passado, antes do atual presidente assumir.

No dia 25, a advogada estará novamente em Brasilia, pois ainda restam dois juarenses presos , que não conseguiram ainda o benefício da liberdade condicional. Um deles teve o pedido analisado e negado e outro não havia sido analisado o pedido.

Agora novamente, os advogados vão pedir pela liberdade deles novamente.

Todos os demais presos de Juara, com exceção de dois homens e essas duas prisões do dia 18, estão sob liberdade condicional aguardando julgamento em casa.

Fonte: Rádio Tucunaré e acesse notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br