Juara – Mato Grosso
Domingo, 25 de Fevereiro de 2024

Estudante noturno de Juara sofre emboscada e mãe faz apelo por aumento de ronda policial

Em Juara, jovem de 18 anos que retornava da escola conseguiu escapar de uma emboscada, supostamente para ser furtado.

Em áudio enviado a reportagem da Rádio Tucunaré, uma mulher, mãe de um jovem de 18 anos, estudante da escola Oscar Soares, relatou uma emboscada seguida de perseguição feita por meliantes armados, contra seu filho, quando este retornava da escola de motocicleta.

Segundo a mãe, que pediu para não ser identificada com medo de retaliação dos bandidos, conta que, o fato aconteceu após às 23 horas, ele estava levando a namorada para casa e ao deixa-la, seguiu e próximo ao tiro de guerra, onde existe uma igreja, local onde tem um quebra-molas, e como teve que diminuir a velocidade para passar no obstáculo, neste momento percebeu que existia uma moto atravessada no meio da rua, e ao tentar desviar da moto a pessoa, que estava atravessada, mandou que ele parasse, mas como ele não parou, o sujeito montado na moto aparelhou e tentou derrubá-lo com o pé.

A vítima percebeu que se tratava de uma emboscada e correu acelerando mantendo a postura quase deitada sobre a moto, quando o meliante gritou: “agora você vai morrer” e sacou uma arma. Nesse mesmo momento apareceu um carro de frente contra ele, mas acelerou com a moto e saiu conseguindo despistar os bandidos.

O jovem veio da zona rural para morar na cidade e não tem habito de frequentar festas e locais de reuniões tendo poucos amigos, contou a mãe

A mãe conta ainda, que o filho entrou em casa assustado e percebeu que o mesmo carro, que apareceu no momento em que foi abordado, começou a passar na frente de sua casa correndo bastante. Eram três elementos. Um deles era bastante forte mas não conseguiu ver o rosto. Existem câmeras de segurança no local e devem pedir copias para elucidar quem são esses elementos.

A preocupação da mãe é que a polícia aumente as rondas próximas as escolas e bairros, para inibir a ação desses bandidos.

A mãe do rapaz conta que o filho ficou bastante abalado naquela noite e não saiu mas no outro dia tentou lavrar um boletim de ocorrências, mas ainda não havia feito, segundo a mãe até o fechamento da matéria.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br