Juara – Mato Grosso
Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2024

Manifestante político:Com ajuda de amigos Jean de Brito retornou a Juara

Foto cedida por familiar

Jean de Brito juarense preso nos atos de 08 de janeiro em manifestações política, portador de Transtorno do Espectro Autista, recebeu liberdade condicional no dia 18, mas teve que permanecer no presídio da Papuda em Brasília até o dia 20 pela manhã.

O caso desse preso juarense ganhou repercussão nacional, por se tratar de pessoa com limitações cognitivas.

Embora tenha ficado em sala separada aguardando o Alvará, porque houve um atraso na expedição do Alvará de soltura e por conta desse atraso, a passagem aérea, que já estava comprada, precisou ser transferida para o dia 20.

Jean chegou em Sinop no dia 20, por volta das 21 horas em voo direto de Brasília, onde foi recepcionado pela irmã Jeane e outros amigos e com elas retornou a Juara.

Cerca de 20 pessoas contribuíram financeiramente para comprar a passagem, roupas, alimentos desde o momento de sua liberação da Papuda até a chegada ao destino.

Assim como os demais, que receberam liberdade, Jean usará tornozeleira eletrônica e terá que seguir as determinações sob pena de perder a condicional.

Algumas exigências:

-Proibição de ausentar-se da Comarca e recolhimento domiciliar no período noturno e nos finais de semana

-Obrigação de apresentar-se perante ao Juízo da Execução da Comarca de origem, no prazo de 24 horas e comparecimento semanal, todas as segundas-feiras

-Proibição de ausentar-se do país, com obrigação de realizar a entrega de seus passaportes no Juízo da execução da Comarca de origem, no prazo de 05 dias

-Proibição de comunicar-se com os demais envolvidos, por qualquer meio entre outros

Para a Rádio Tucunaré a advogada Sílvia Giraldelli ao saber da expedição do Alvará de soltura de Jean de Brito manifestou sua alegria e contou como recebeu a notícia pelo STF. “Foi uma surpresa, eu recebi uma ligação do oficial de justiça STF para me intimar…. a revogação da prisão do Jean de Brito da Silva …, então Jean está voltando pra casa graças a Deus! Nós tivemos que gritar por “socorro”, recebemos muita ajuda, inclusive do doutor Eudes Lobo, psiquiatra renomado nacionalmente, que fez um laudo pra ele. Juntamos no processo, através da a imprensa, também gritamos por socorro e finalmente o Jean foi liberado agora pouco, saiu a revogação provavelmente ele volta pra casa amanhã estamos muito felizes emocionados com essa notícia, porque finalmente foi feito justiça. O Jean não merecia pra estar preso não participou da quebradeira, não tinha que estar preso”, disse.

Dos presos que ainda aguardam resposta do Ministro Alexandre de Moraes, para pedidos de liberdade condicional, resta apenas uma mulher de Juara, que esta presa preventivamente em Colíder, desde o dia 18 de abril de 2023.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br