baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021

Não cabe a SEMA de Juara fiscalizar incêndios e crimes ambientais em propriedades rurais. Entenda a competência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Secretaria do Meio Ambiente que tem como Secretário João Rissoti, em entrevista à Rádio Tucunaré, informou que a SEMA de Juara, não tem nenhuma relação com essa multas, pois essa é uma competência do Governo do Estado e também Federal e que não é comunicado sobre as autuações.

As queimadas e crimes ambientais ocorridos na zona rural não são da responsabilidade da Sema municipal. Essa é a competência do Governo do Estado e do Governo Federal, explicou.

A SEMA municipal complete a fiscalização da zona urbana e por isso, nem o secretário e nem o prefeito tem qualquer responsabilidade sobre essas ocorrências, de queimadas, de incêndios e crimes ambientais que acontecem na zona rural.

O secretário aproveitou para pedir a população que não façam queimadas urbanas e que denuncie através do telefone (66) 3556-2120 e para o Corpo de Bombeiros de Tangara da Serra que atende Juara (66) 9.99644-4928.

Uma operação ambiental ocorreu no estado de Mato Grosso onde muitas propriedades rurais foram multados por crimes ambientais, inclusive Juara.

O Estado de Mato Grosso aplicou R$ 979 milhões em multas e embargou 240 mil hectares por crimes contra a flora nos primeiros sete meses de 2021, durante a Operação Amazônia, que integra órgãos estaduais e federais, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT).

Do total de autuações, R$ 881 milhões foram aplicadas pela Sema, por meio da Gerência de Planejamento de Fiscalização e Combate ao Desmatamento, Coordenadoria de Fiscalização de Flora e pelas Regionais. O Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) aplicou R$ 61,6 milhões em multas e o Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros (BEA) R$36,7 milhões.

Uma informação extraoficial, de que em Juara, 3 propriedade rurais teriam sido autuadas e o Secr. João Rissoti, não soube informar se essa informação procede ou não, pois não é notificado e não tem acesso as informações dessa operações na zona rural.

As operações que aconteceram em todo estado Mato Grosso é feita pela polícia militar, federal Polícia Federal força com SEMAR MT e IBAMA e outros e a vigilância de incêndios e derrubadas acontecem através de um satélite onde há fiscalização dos órgãos federais e estaduais tomam conhecimento em tempo real. Trata-se de um satélite japonês e os órgãos fiscalizadores são notificados e se deslocam para os pontos críticos, e os corpos de Bombeiros da região também são deslocados para conter o fogo, em muitos casos, explicou o secretário.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site