Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 12 de Agosto de 2022

Trabalhador é preso acusado de assassinar colega de trabalho em fazenda de Juara

Elio Raspe de 52 anos de idade foi morto na tarde desta segunda-feira, dia 14 de dezembro, depois de uma discussão com seu colega de trabalho em uma fazenda a 127 km da zona urbana de Juara, onde os dois trabalhavam.

De acordo com o boletim registro na Polícia Judiciária Civil de Juara foi José Ernesto Gracia que acionou as autoridades policiais relatando o fato no qual ele era patrão dos dois funcionários, vítima e acusado.

Elio Raspe e Romário Gomes de Alcântara de 30 anos discutiram e Elio foi morto depois de ser supostamente dominado e amarrado pelo companheiro de trabalho, conforme relato do próprio acusado

Os investigadores da Polícia Judiciária Civil de Juara, Ney da Costa e Milton Lacerda foram até a fazenda onde encontraram a vítima caída ao solo debruço  com sinais de violência na parte de trás da cabeça e com o rosto desfigurado marcas de corda no pescoço.

Eles interrogaram o acusado, Romário Gomes de Alcântara e ele explicou que  os dois discutiram e ele dominou a vítima e amarrou com uma corda deixando no local, e quando voltou a vítima já estava morta.

Romário Gomes de Alcântara foi detido e conduzido para a Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Juara, e a corda de aproximadamente 04 metros que poder ter sido usado para cometimento do crime foi apreendida.

O corpo de Elio Rase foi periciado em Juara pelo médico legista José Carlos Braga Neto e transladado para Juruena pela Funerária Cristo Rei, onde será velado pela família e sepultado nessa terça-feira, dia 15 de dezembro no horário das 12:00h.

Fonte: redação-acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.