Mãe com câncer terminal planeja últimos dias de vida em isolamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
A britânica Rhiann Breen e seus filhos

A britânica Rhiann Breen, de 31 anos, foi diagnosticada com câncer de mama em 2019, logo após dar à luz sua filha mais nova, e desde então trava uma árdua batalha contra a doença.

Mas no início de março deste ano, os médicos disseram que ela se encontra no estágio terminal e tem apenas quatro meses de vida. O que Rhiann não esperava era que tivesse de viver seus últimos desejos em meio a uma pandemia que obriga as pessoas a se isolarem.

Depois de receber o diagnóstico da doença, Rhiann logo começou a criar uma lista de desejos, que incluía coisas como uma viagem para ver a aurora boreal na Islândia e levar seu filho Max ao aquário

Ela, que faz parte do grupo de risco do coronavírus, está fazendo tudo o que pode para tornar inesquecível seus últimos dias com a família em casa. Uma das saídas encontradas por Rhiann foi realizar o Natal e a Páscoa no mesmo fim de semana, em que a família terá um jantar com peru e enfeites, além de uma caça aos ovos no jardim.

“Imagine ver mensagens dizendo que porque você está na categoria vulnerável, espera-se que fique isolado por 12 semanas, o que, em meus termos, é igual ao resto da minha vida”, desabafou Rhiann.

Ao invés de levar Max ao aquário, ela planeja fazer um em casa, comprando um peixe e um tanque para mantê-lo dentro.

“Imagine ter de contar a uma porcentagem extremamente grande de sua família, bem como de seus amigos – a maioria dos quais são trabalhadores da linha de frente – que você nunca mais os verá. Imagine usar esse tempo para planejar seu próprio funeral, sabendo que ninguém poderá comparecer”, disse.

Quando os cabelos de Rhiann começaram a cair, ela decidiu que iria raspá-los completamente. Foi então que Gavin, seu marido, fez o mesmo em solidariedade à esposa

“Quando decidi raspar, já tinha comprado uma peruca, mas tirei um dia e Max disse: ‘Não, mamãe’. Ele só precisou de um momento para se acostumar comigo”, contou.

Rhiann e sua família pouco tempo antes de começar a quimioterapia.

 


Fonte: R7

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️