baner topo1
Juara – Mato Grosso
Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021

Médico ortopedista de Juara divulga alerta sobre acidentes com motociclistas e idosos devido situação caótica da saúde no estado.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O médico ortopedista de Juara Dr. Ricardo Almeida divulgou um alerta a população pelas redes sociais, na intenção de informar a população sobre as dificuldades do atendimento nesse momento de a pandemia e pedir prevenção de acidentes.

De acordo com o médico, o país todo vive uma situação caótica de maneira que, alguns hospitais considerados de referência na capital de Cuiabá, encontram-se colapsados e alguns até de portas fechadas.

Em Juara, dia 16, pela manhã, haviam três pacientes em Juara internados no Hospital Municipal com fraturas, sendo que dois, com fratura de coluna e um idoso com fratura de fêmur.

O médico explica, que o Hospital Municipal de Juara realiza cirurgias ortopédicas de pequeno e médio porte e não tem capacidade de realizar cirurgias de alta complexidade e por isso, em virtude da pandemia que está acontecendo, o sistema está com muita dificuldade para transferir esses pacientes para cidades maiores (pelo SUS), ele informa ainda que existe uma informação, de que 140 pacientes no estado, estão aguardando transferência para a cidade de Cuiabá, porém sem previsão.

Diante dessa explicação o médico faz um apelo a todos os motociclistas da cidade, que é o maior público de atendimento, e também as famílias que possuem pessoas idosas em suas casas, para que previnam os idosos de quedas, pois as fraturas de coluna, fraturas de fêmur, são consideradas emergências ortopédicas e necessitam de transferência para hospitais maiores.

O médico lembra ainda, que os que possuem condições financeiras para arcar com custos de cirurgias particulares procuram hospitais particulares, mas quem não tem condições se vê obrigado e ficar numa fila de espera, até que consiga vaga para ser atendido, portanto, o apelo é para que haja a prevenção, até que esse momento de colapso da Saúde Pública seja sanado.

Importante salientar que um paciente do SUS, não paga pela cirurgia, porém se não quiser esperar vaga, pode optar sair do SUS e por sua própria conta e buscar atendimento em um hospital particular e onde bem entender, pois é uma prerrogativa de cada paciente.

Custo hospitalar de um acidentado de moto

O custo de uma cirurgia ortopédica, levantamento realizado pela PUC de Campinas há pouco tempo atrás custava em média, 27 mil reais durante o período de internação por paciente ou seja do total de vítimas de acidente de trânsito atendidas na unidade mostra que 95% foram atendidos pelo sistema único SUS e o tempo de internação de cada paciente desse é de 13 dias, mas existem casos mais graves que o custo de um paciente passa de 225 mil.

 

Veja mais na matéria: Estudo do Hospital PUC aponta que motociclista acidentado custa, em média, R$ 27,7 mil

Ouça o Médico Dr Ricardo Almeida

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site