Moradores reclamam de lixão perto de cemitério

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Acmulo de lixo, animais peonhentos e focos de incndio so alguns dos problemas decorrentes do grande depsito de lixo que cresce a cada dia ao longo da rodovia Palmiro Paes de Barros, nas imediaes do Cemitrio Parque Cuiab. A MT que liga Cuiab a Santo Antnio do Leverger (34 km ao sul) est em processo de duplicao. O problema se verifica justamente no trecho em que ela comea, nos fundos do cemitrio. Moradores do residencial Parque Humait 2, formado por conjunto de chcaras so os mais prejudicados. Segundo a professora Janana Santana da Costa, 36, a situao vem se arrastando h muito tempo em uma rea usada para especulao imobiliria, inclusive j foi alvo de invases recentes. Enquanto o proprietrio no assume a responsabilidade pela rea de mais de 5 hectares, os moradores ao seu entorno so os que mais sofrem. S de pneus jogados estima que so mais de duas mil unidades. Junto se acumulam restos de materiais de construo, sucatas de eletroeletrnicos e, mais recentemente, sucatas de veculos. O problema na regio antigo e a rea j chegou a ser usada como descarte de produtos perecveis de um supermercado, quando moradores pobres iam pegar restos de alimentos vencidos para comer. Segundo Janana, recentemente um incndio que comeou no lixo, ao lado da rodovia, atingiu a fiao dos postes e ela e outros moradores ficaram sem funcionamento dos telefones. O local ainda possibilita que criminosos o usem como esconderijo. Fato que recentemente ela teve a chcara invadida por bandidos e a suspeita que o bando tenha usado o local como rota de fuga. Reclama que ela e outros moradores da regio costumam flagrar condutores de veculos utilitrios jogando lixo no local, sem se sensibilizar com os apelos para no fazerem isso. Segundo ela, falta de uma ao mais dura da prefeitura em relao ao dono da propriedade, contribui para a situao. Segundo o titular da Secretaria Adjunta de Ordem Pblica da prefeitura de Cuiab, Coronel Eduardo Henrique de Souza, a denncia nestes casos pode ser feita pelo disque-denncia 156, em horrio comercial, de segunda a sexta-feira ou pelo aplicativo whats app no nmero 99310-8810. Garantiu que uma equipe de fiscais ser encaminhada at a rea. Lembra que alm do proprietrio estar sujeito as sanses, por no manter o terreno limpo e cercado, as pessoas flagradas jogando lixo no local, tambm respondem pelo crime ambiental. Fotos e vdeos que mostrem a ao de descarte, podem ser enviadas pelo aplicativo que sero analisadas, enfatiza Souza.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️