Mulher pede ajuda no Whats e PM prende namorado agressor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Uma moradora de Rondonópolis (212 Km de Cuiabá) usou o WhatsApp para pedir ajuda a uma amiga após ter sido trancada pelo namorado dentro da casa dele durante uma discussão motivada por ciúmes. Acionada pela amiga da vítima, a Polícia Militar enviou uma equipe ao local e prendeu o suspeito neste sábado (22). Nome e idade do acusado não foram divulgadas pela PM.

A ocorrência foi registrada numa residência situada no Centro de Rondonópolis, por volta das 11h. Consta no relato do boletim de ocorrência que a mulher, de idade não divulgada, estava trancada e sofrendo agressões praticadas pelo namorado e consuguiu pedir socorro para uma amiga.

Com a chegada de uma viatura, o acusado teria se recusado a liberar a vítima, que foi trancada dentro de um quarto. Sem sucesso na negociação, os policiais entraram à força dentro da casa, imobilizaram e algemaram o agressor. Pela versão dos militares que atenderam a ocorrência, o homem estava bastante agressivo e descontrolado.

A mulher relatou aos militares que manteve um relacionamento com o suspeito por apenas dois meses, período marcado por agressões verbais e xingamentos diários. Ela passou a morar numa casa ao lado da residência do acusado e neste sábado, alega que foi até a casa dele lavar roupas. E o namorado, por ciúmes infundados, passou a discutir com ela puxando-a pelo braço direito.

Disse ainda que foi sacudida várias vezes com intensidade, resultando em hematomas no braço.  Num determinado momento da briga, ele teria conseguido tomar o celular dela. No entanto, a mulher já tinha enviado mensagens para a amiga pedindo ajuda.

O acusado ao ser detido também apresentava arranhões no pescoço e nas costas, supostamente praticados pela vítima enquanto se defendia dele. O suspeito foi levado para a delegacia e entregue à Polícia Civil para adoção das medidas cabíveis. No boletim da Polícia Militar foram relatados delitos de ameaça, lesão corporal e constrangimento ilegal.

Fonte: Folhamax

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️