Nova Gestão do SESI/SENAI é apresentada ao setor de base florestal em Juína

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Com o fechamento da unidade do SESI/SENAI da cidade de Juína, a região noroeste do estado agora passa a ser subordinada as unidades de jurisdição da cidade de Sinop.
Hoje (27/05) pela manhã, em uma breve reunião na sede do Sindicato, a nova gerente regional do SESI/SENAI Edna Scheid foi apresentada ao presidente do Simno (Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste) Paulo Augusto Veronese, onde a mesma reforçou a garantia de que Juína e região, não ficarão desassistidas.
Em entrevista, Edna Scheid, falou sobre um pouco sobre os motivos de sua viagem à cidade de Juína que trata a primeiro momento de uma visita técnica de alinhamento para determinar como ficará a partir de agora os atendimentos SESI/SENAI em toda região noroeste onde muitas pessoas, dentre empresários e comunidades, ainda estão inseguras quanto a atuação das instituições na região, que segundo Edna será uma atuação permanente garantindo atendimento a todos os empresários clientes e também aos novos clientes que venham surgir.
Edna ressaltou que já conhece a região, onde a cidade de Sinop já atendeu a região noroeste no passado, e que os atendimentos permanecerão normalmente, e somente a parte física que ficará na cidade de Sinop, não mudando em nada nos atendimentos da região. A gerente confirmou que uma colaboradora das entidades ficará na cidade com todo o apoio para atender os empresários, e ainda pontuou que a apresentação ao presidente do SIMNO, foi positiva, onde todos estão entendendo que a situação decorrente à crise em que o país vem atravessando, porém a região não ficará desassistida.
Laís Braga que ainda faz parte do quadro de colaboradores do SESI/SENAI de Juína apresentou ao sindicato a nova gestora, que passa atender as demandas, não somente de Juína, mas toda região noroeste. Ela enfatizou que o momento é de mudanças e muitas vezes inesperadas, porém a unidade da sede física passará ser na cidade de Sinop, e torce para que a equipe consiga atender toda região conforme a necessidade de cada um.
O presidente do SIMNO, Paulo Augusto Veronese, disse que com o fechamento do SESI/SENAI, em Juína, a preocupação é para que as indústrias não sejam prejudicadas, e que a gestão de Sinop está na cidade visitando as empresas e conhecendo todas elas, se inteirando dos problemas e da parceria do SESI/SENAI, mas ressalta que a falta da estrutura física em Juína é um prejuízo para a região e que não convém ficar só nas lamentações e sim buscar mecanismos e formas de voltar a reativar as unidades físicas no município o mais breve possível.

Fonte: Juinanews

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️