O que é a hiperinsulinemia?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A hiperinsulinemia é uma patologia que indica a presença de alterações relacionadas ao controle do açúcar no sangue no organismo. Essas alterações são potencialmente perigosas para a nossa saúde.

A insulina é um hormônio muito importante em nosso corpo, pois regula a quantidade de açúcar no sangue e nos tecidos para que estes possam desempenhar suas diferentes funções com perfeição. No entanto, quando encontramos um alto nível de insulina no sangue, podemos estar lidando com a hiperinsulinemia.

Normalmente, o efeito da deficiência de insulina em nosso corpo, ou hipoinsulinemia, é conhecido pois ocorre em pessoas com diabetes tipo 1. No entanto, há uma falta de conhecimento em relação à hiperinsulinemia, o que dificulta o seu diagnóstico. Portanto, neste artigo explicaremos o que é a hiperinsulinemia e o que a causa.

O que é a insulina?

Antes de explicar o que é a hiperinsulinemia, vamos analisar a função da insulinaA insulina é um hormônio sintetizado e armazenado pelas células beta do pâncreas. 

Depois de comermos, o alimento é fragmentado em substâncias mínimas capazes de atravessar o intestino e atingir o sangue. Uma dessas substâncias é a glicose, o açúcar fundamental que nosso corpo usa para produzir energia e desempenhar suas funções.

Quando a glicose chega ao sangue, ela passa pelo pâncreas, ativando células beta que liberam insulina armazenada. Essa insulina passa para o sangue e direciona a glicose para os tecidos para, então, ser usada. Ou seja, a insulina é responsável por manter os níveis corretos de glicose. 

Níveis de glicose no sangue ou glicemia

Os níveis normais de glicose no sangue em jejum estão entre 70-110 mg/dl. Se a glicose no sangue estiver muito alta ou muito baixa, pode causar sérios problemas de saúde. Os níveis anormais de glicose são conhecidos como:

  • Hiperglicemia: valores anormalmente altos de glicose no sangue.
  • Hipoglicemia: baixos valores de glicose no sangue.
Injeção de insulina

Leia também: Canetas de insulina: características e administração

O que é a hiperinsulinemia?

Não existe uma definição específica de hiperinsulinemia. Ela costuma ser descrita como a presença de mais insulina do que o normal no sangue. As causas são diversas, conforme explicaremos abaixo:

Resistência à insulina

A resistência à insulina é uma patologia que ganhou força nos últimos anos, dado o aumento do número de pessoas com diabetes tipo 2.

Quando não há um bom controle do açúcar ao longo dos anos, a insulina aumenta para levar esse excesso de açúcar aos tecidos e manter os níveis sanguíneos estáveis. No entanto, nesse caso, nossos corpos se acostumarão a usar grandes quantidades de insulina. Portanto, não responderão a quantidades menores, o que criará resistência.

Para compensar a resistência, o corpo irá gerar mais insulina, que estará circulando no sangue. Então, teremos hiperinsulinemia com hiperglicemia. 

A resistência à insulina é a causa mais comum de hiperinsulinemia, e indica que estamos enfrentando a diabetes tipo 2. 

Tumores produtores de insulina

Uma causa menos comum de hiperinsulinemia são os tumores produtores de insulina, também chamados de insulinomas. Insulinomas são tumores difíceis de diagnosticar, pois são pequenos e de difícil visualização nos exames de imagem. Aproximadamente 10% dos insulinomas são malignos.

São tumores derivados das células beta do pâncreas que produzem e liberam muita insulina no sangue. Essa hiperinsulinemia faz com que toda a glicose seja transportada para os tecidos e com que não reste mais glicose no sangue, ou seja, ocorre um quadro de hipoglicemia.

A hipoglicemia é uma situação séria. Pode acarretar muitos sintomas, como:

  • Nervosismo
  • Tremores
  • Palpitações
  • Sudorese
  • Irritabilidade
  • Fome
  • Palidez

Se a hipoglicemia estiver muito acentuada, pode afetar o cérebro, que é um grande consumidor de glicose, e causar alterações como:

  • Cefaleia ou dor de cabeça
  • Visão turva
  • Parestesias: formigamento, geralmente nas extremidades
  • Perturbações comportamentais
  • Confusão mental
  • Convulsões
  • Perda de memória
  • Coma e, na pior das hipóteses, morte

Portanto, vemos que trata-se de um tipo de tumor que deve ser removido para evitar esses sintomas. Além disso, a insulina é um fator hormonal de crescimento que pode levar a pessoa a ganhar peso.

O insulinoma costuma estar localizado no pâncreas, mas há pessoas que podem ter partes do pâncreas que não estejam em sua posição usual, o que é conhecido como pâncreas ectópico; isso dificulta o diagnóstico. Felizmente, os insulinomas são raros.

Pâncreas e insulina

Insulina externa

Uma outra causa de hiperinsulinemia pode ser decorrente de uma injeção externa de insulina. Isso pode acontecer em dois casos:

  • Uma pessoa com diabetes que injeta incorretamente mais insulina do que deveria. Isso faz com que ela tenha hipoglicemia, o que, como explicamos anteriormente, é muito grave.
  • Hipoglicemia factual: a pessoa autoinjeta insulina sem ter diabetes. Isso ocorre na conhecida síndrome de Munchausen, na qual a pessoa se automedica ou se machuca para parecer doente.

Nos dois casos, encontraríamos baixos níveis de glicose no sangue com altos níveis de insulina, mas essa insulina não é produzida pelo organismo, sendo de fonte externa.

Você pode se interessar: Sintomas da diabetes gestacional pouco conhecidos

Conceitos importantes relacionados à hiperinsulinemia

Se você tem hiperinsulinemia, o mais comum é que esteja enfrentando uma resistência à insulina, o que implica ter muito açúcar no sangue. Essa hiperglicemia é perigosa porque causa diabetes e danos ao sistema cardiovascular. Além disso, como já dissemos antes, a insulina é um fator hormonal de crescimento e propício a causar o desenvolvimento de tumores.

Portanto, você deve controlar seus níveis de açúcar e viver uma vida saudável. Se não houver um bom controle do açúcar, seu médico recomendará certos tratamentos para ajudá-lo. Por outro lado, se você tiver sintomas de hipoglicemia, também deve procurar um médico devido à gravidade desta condição.

Fonte: melhorcomsaude.com.b

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️