Pacientes com suspeita de coronavírus em Juína estão bem, diz secretária

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os três pacientes que apresentaram sintomas similares ao da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2 estão “bem”. A informação é da secretária de saúde Leda Villaça ao responder nosso questionamento durante live na página do município de Juína.

Segundo a secretária, os três pacientes estão bem e nessa semana encerra o período de isolamento do primeiro caso suspeito da Covid-19 de uma estudante de medicina no Paraguai, de 25 anos, que veio para o município onde reside sua família. Leda acrescentou que nesse período alguns dos pacientes teve intercorrências, mas que todos evoluíram e estão bem de saúde.

Hoje, os dados oficiais é que o município de Juína tem 3 casos suspeitos do coronavírus, um desses pacientes trabalha no município de Castanheira, mas mora aqui. Nos demais municípios da região os números de casos suspeitos são: Brasnorte (5) Castanheira (3), Juruena (1), e Aripuanã (7), sendo um caso grave de uma criança internada com ajuda de aparelhos que veio do exterior (Ásia), mas que dormiu em hotel em Juína e fez sua viagem para a região num ônibus lotado de passageiros, como noticiamos anteriormente.

Dados em MT

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) não divulgou dados atualizados do novo coronavírus, porém até a tarde desta sexta-feira (27.03), o estado de Mato Grosso registrou 11 casos confirmados de coronavírus. Já os casos suspeitos subiram para 556.

Os casos confirmados da Covid-19 são em Cuiabá (8), Nova Monte Verde (1) e Várzea Grande (2).

Dados no Brasil

O ministério da saúde divulgou neste sábado, dia 28, o mais recente balanço dos casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Os principais números são:

3.904 casos confirmados

2,8% é a taxa de letalidade

São Paulo concentra 1.406 casos, e o Rio, 558

Orientações

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

 

 

Fonte: juinanews

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️