baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 05 de Marco de 2021

Polícia Militar intercepta ônibus e prende casal com arma de fogo e drogas em Colniza

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A polícia militar da cidade de Colniza, noroeste do estado, recebeu informações que um rapaz suspeito de ter envolvimento no latrocínio do caseiro Welington Gomes Da cunha, conhecido como “Penoso”, estaria chegando no município nesta quarta-feira, dia 03, em posse de drogas e armas de fogo.

Com as informações em mãos, uma guarnição da PM se deslocou até a rodoviária, e no momento que o ônibus chegou a garagem da empresa por volta das 16h10, os suspeitos, Josafá Vieira de Lima e sua convivente, uma adolescente de 16 anos, desceram e foram abordados pelos policiais militares. Toda a ação da polícia foi filmada por populares.

Na bolsa do suspeito foi localizado um revólver calibre 38 com três munições, cinco tabletes de substância análoga a maconha, R$ 174,00, (cento e setenta e quatro reais), seis trouxinhas análogas à cocaína (aproximadamente 60g) e uma balança de precisão. Ainda em buscas na bolsa de sua convivente de 16 anos, a polícia militar localizou cinco tabletes de substância análoga a maconha.

O casal foi encaminhado para a sede da 11º companhia para o registro do boletim de ocorrências e depois a autoridade policial.
O conselho tutelar foi chamado para acompanhar a menor.

A polícia está investigando se os suspeitos fazem parte de uma quadrilha que roubavam camionetes no município de Colniza, onde foram constatados pelo menos dois roubos no mês de janeiro, e ainda existem informações de que eles estão ligados a uma facção criminosa.

Latrocínio

Em Juína Josafá Vieira De Lima de 22 anos foi preso em flagrante no dia 26 de janeiro pela PRF em conjunto com a polícia civil de Juína e polícia militar de Castanheira com a camionete Hilux roubada da residência onde estava o caseiro Wellington Gomes Cunha, conhecido como “Penoso”.

Ele foi assassinado com dois tiros na cabeça e seu corpo foi jogado na linha G1. Três dias depois do latrocínio a polícia civil prendeu Mário De Matos Gadeia que confessou a autoria do crime e apontou o local exato que estava o corpo da vítima.

Josafá foi autuado em flagrante por receptação da camionete, mas estava solto por decisão judicial.

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️