baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quinta-Feira, 04 de Marco de 2021

Polícia prende acusado de latrocínio e evita novo assalto em Mato Grosso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Dois criminosos identificados como autores do latrocínio ocorrido no mês passado, Várzea Grande foram presos pela Polícia Civil, hoje, em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos. Os suspeitos foram presos pouco antes de executar o roubo a uma clínica médica na região central da cidade e foram autuados em flagrante pelo crime de associação criminosa.

Os suspeitos seriam os mesmos envolvidos no latrocínio que vitimou Djair Carneiro Barbosa, de 47 anos, ocorrido no dia 10 de janeiro, no bairro Jardim dos Estados em Várzea Grande. Na ocasião, a família se preparavam para sair em uma excursão quando foi rendida pelo grupo criminoso que anunciou o roubo, e efetuou o disparo de arma de fogo que tirou a vida da vítima.

Os suspeitos também estariam envolvidos em outro roubo, ocorrido no dia 3 do mês passado, em que subtraíram a pistola de uma agente prisional, um celular e um veículo.

Com base nas informações, e com objetivo de impedir nova prática de crime planejado pelos suspeitos, os policiais da Derf iniciaram as diligências conseguindo realizar a abordagem do primeiro suspeito, responsável pela atuação como piloto de fuga do bando.

Ele confessou a atuação no grupo criminoso e revelou que os seus comparsas estavam o esperando para prática do roubo à clínica. Os policiais conseguiram prender os outros dois suspeitos. O terceiro investigado (já identificado), ao perceber a presença dos policiais fugiu entrando em uma área de mata.

Os dois suspeitos presos foram conduzidos à Derf de Várzea Grande, onde após serem interrogados pela delegada, Elaine Fernandes da Silva, foram autuados em flagrante pelo crime permanente de associação criminosa. A fotografia dos três suspeitos foi apresentada a testemunha do latrocínio, sendo dois deles reconhecidos como executores materiais do crime.

Fonte: sonoticias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️