Juara – Mato Grosso
Sábado, 20 de Agosto de 2022

Avião interceptado em Mato Grosso era usado para transportar drogas

Um agente da Polícia Federal confirmou, ao Só Notícias, que a evidência de transporte de drogas na aeronave (prefixo não informado) interceptada pela Força Aérea Brasileira foi amplamente confirmada. No entanto, o resultado oficial da perícia federal feita nos destroços ainda será concluído. A ação de interceptação do avião envolveu aeronaves E-99 (Radar) e A-29 Super Tucano da FAB, além de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro ocorreu, no último domingo. O avião de pequeno porte foi obrigado a pousar, a cerca de 180 quilômetros ao Sul de Cuiabá, na região do Pantanal.

Após o pouso, os ocupantes atearam fogo na aeronave que ficou completamente destruída. No local, a polícia conseguiu identificar vestígios de produto análogo à cocaína. A FAB informou que a ação, planejada previamente com a Polícia Federal, que assumiu as ações juntamente com a Polícia Militar através do Ciopaer que atuou com helicóptero na operação.

A aeronave suspeita foi classificada como tráfego aéreo desconhecido, acompanhada pelo E-99 da FAB e, em seguida, pelo caça A-29, tudo sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais.

Há poucos dias, também em ação da Polícia Federal, FAB, Gefron e Polícia Civil foi apreendido, em Nova Mutum, avião que havia deixado cerca de 500 kg de drogas em uma fazenda em Juscimeira (região Sul do Estado) depois de ser identificada pela Força Aérea Brasileira em voo clandestino. O piloto foi preso.

Fonte: Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.