Politização da pandemia fez ela piorar, diz diretor-geral da OMS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A politização em torno das medidas de combate à propagação do novo coronavírus piorou o quadro da pandemia de covid-19 no mundo, avaliou o diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta segunda-feira (22). Ele discursava em um fórum virtual de saúde organizado pela Cúpula Mundial de Governos, em Dubai.

Segundo Adhanom, a falta de lideranças globais e unidade de ação são uma ameaça maior ao planeta do que o coronavírus em si.

“O mundo está desesperado por unidade nacional e solidariedade global”, disse o diretor-geral. “A politização da pandemia fez com que ela se exarcebasse.’

No sábado, a OMS registrou um recorde no número diário de novos casos, com mais de 180 mil diagnósticos em todo mundo. O Brasil é o país com maior número total de novos casos diários. Outros países das Américas, como o Chile e o Peru também ajudam a puxar a aceleração recente da pandemia.

Adhanom não detalhou o que seria esta politização ou apontou países em que a falta de unidade nacional estaria evidente. A OMS tem sido alvo de críticas do governo dos EUA, com o presidente norte-americano, Donald Trump, seguidamente atacando a atuação da organização frente à pandemia.

Fonte: R7

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️