Por amizade, chefe da Mercedes se incomoda ao negociar renovação com Hamilton

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Um dos principais assuntos deste começo de 2020 na Fórmula 1 diz respeito ao futuro de Lewis Hamilton. O hexacampeão do mundo tem contrato com a Mercedes até o fim desta temporada. Desde os últimos meses de 2019, surgem notícias no paddock sobre uma eventual ligação do britânico à Ferrari no futuro. A escuderia anglo-alemã, claro, não deseja perder sua maior estrela e, portanto, escalou Toto Wolff para iniciar as tratativas para a renovação do vínculo.
Entretanto, o chefe da Mercedes disse que não se sente totalmente à vontade na função de ser o representante da empresa presente à mesa de negociação com Hamilton. E por um único motivo: a amizade que nutre pelo britânico.“A dinâmica é muito boa. Nos conhecemos há muito tempo e temos um grande respeito mútuo”, comentou o dirigente austríaco em entrevista à emissora Sky Sports na esteira do lançamento do Mercedes W11, na última sexta-feira (14).

“Não gosto dessas discussões porque somos amigos e estamos muito próximos um ao outro, mas faz parte do trabalho”, acrescentou.
Hamilton endossou o respeito por Wolff e deixou transparecer a vontade de seguir defendendo a Mercedes por mais tempo. “Ele é um homem de negócios incrível, então aprendi muito com este cara, e este é sempre um momento empolgante”, salientou o piloto.
“É um verdadeiro privilégio, em primeiro lugar, querer ficar e ser parte de uma grande equipe, é uma grande sensação. Espero que eu possa continuar a ajudar no sucesso da equipe”, completou Lewis.

Semanas atrás, Toto Wolff disse que garantir a permanência de Hamilton é fundamental para a Mercedes. “Lewis é nossa prioridade número 1. Não há muitos lugares em que o Lewis teria o melhor ambiente, a base necessária para suas ambições. Da perspectiva da equipe, temos uma relação de confiança. De um ponto de vista racional, continuar [com Hamilton] por algum tempo é o mais provável”.

“Temos bastante tempo para sentar e conversar. Não estou estressado por ter uma assinatura, de forma alguma. Isso [não ter o contrato assinado] significa simplesmente que ainda não concluímos nossas conversas. Estou otimista de que vamos conseguir”, concluiu.

Fonte: TERRA NOTICIAS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️