baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020

Porto dos Gaúchos está entre as cidades com maiores indices de registros de queimadas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O perodo proibitivo para as queimadas comea nesta sexta-feira (15.07) e segue at o dia 15 de setembro, podendo ser prorrogado em razo das condies climticas, conforme Decreto nº 638, publicado no Dirio Oficial de Mato Grosso. Nas reas rurais, utilizar fogo para limpeza e manejo nas reas crime passvel de seis meses a quatro anos de priso, com autuaes que podem variar entre R$ 7,5 mil e R$ 1 mil (pastagem e agricultura) por hectare. Nas reas urbanas o uso do fogo para limpeza do quintal crime o ano inteiro. De 1º de janeiro a 13 de julho deste ano, j foram registrados 7.635 focos de calor, montante 35% maior que o mesmo perodo do ano passado, que teve 5.635 focos. Esse aumento vem sendo monitorado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e motivo de reforo no plano de preveno e combate s queimadas deste ano divulgado esta semana pelo vice-governador e secretrio da Sema, Carlos Fvaro, que reforou a importncia da parceria entre o rgo ambiental e Corpo de Bombeiros para fazer frente ao problema. Conforme o secretrio executivo da Sema, Andr Baby, j est assegurado R$ 1,3 milho em investimentos pelo rgo ambiental para o atendimento prioritrio dos incndios florestais e queimadas, bem como estabelecidas diversas parcerias, com o Ibama, Ministrio Pblico Estadual Federal e Federal, setor produtivo e municpios. “Contamos principalmente com a ajuda da populao para que evite fazer uso do fogo neste perodo. Alm de danos ao meio ambiente, a fumaa impacta a sade de todos ns, portanto, um problema de toda a sociedade”. O total de investimentos entre Corpo de Bombeiros e Sema pode chegar a R$ 4 milhes, por meio de uma estrutura de atendimento descentralizada que atender os 141 municpios de Mato Grosso. No ms de agosto, tambm sero realizadas audincias pblicas em dois municpios que esto no topo do ranking de queimadas e desmatamento ilegal, que so Marcelndia e Colniza, respectivamente nos dias 10 e 24 de agosto. A proteo das 46 unidades de conservao estaduais tambm prioridade, j que ano de 2015 houve incndios em 15 delas, alguns de grande proporo, como na Gruta da Lagoa Azul, em Nobres (a 146 km da capital). O tenente coronel Paulo Andr Barroso, comandante do Batalho de Emergncias Ambientais (BEA), explica que a estrutura deste ano conta com duas equipes de percia para atuar na responsabilizao daqueles que desrespeitarem a lei e utilizarem o fogo. “Alm de responder criminalmente, esse cidado tambm vai receber a conta da estrutura do Estado que foi mobilizada para apagar o incndio e que onerosa aos cofres pblicos”. O ranking dos 20 municpios onde mais so registrados focos de calor so praticamente os mesmos nesses ltimos cinco anos, com algumas variaes de um ano para o outro. Entre os que despertam a preocupao este ano esto: Nova Maring, Feliz Natal, Querncia, Nova Ubirat, Sapezal, Gacha do Norte, Paranatinga, Brasnorte, Santa Carmem, Nova Mutum, So Flix do Araguaia, Sorriso, Tapurah, So Jos do Rio Claro, Marcelndia, Porto dos Gachos, Tangar da Serra, Ribeiro Cascalheira, Vera e Tabapor. O bioma mais atingido a Amaznia, onde se concentram 61% dos focos de calor, seguido pelo Cerrado (38%) e Pantanal (1%). Planejamento 2016 A estrutura de atendimento descentralizada conta com o apoio das 18 unidades do Corpo de Bombeiros nos municpios mais populosos, oito brigadas municipais mistas em regies mais sensveis ao fogo (Feliz Natal, Sinop, Cludia, Ipiranga do Norte, Vera, Sapezal, Campo Novo dos Parecis, Aripuan, Comodoro, Porto Esperidio) e dez bases descentralizadas que iro atender as situaes mais crticas. Entre brigadas mistas e bases volantes, est previsto um total de 260 oficiais de bombeiros e 48 agentes civis atuando, montante 310% maior que no ano passado. Para atingir mais preciso e uma maior rea com resposta rpida, o planejamento deste ano prev suporte s equipes com dois avies de combate a incndio florestal, com capacidade de 3,1 mil litros de gua, um helicptero da Coordenadoria Integrada de Operaes Areas (Ciopaer), 18 veculos Auto Rpido Florestal (ARF), 18 caminhonetes Auto Bomba Tanque Florestal (ABTF), com capacidade para 2,5 mil litros de gua, e cinco Auto Florestal (AF). Alm de equipamentos de manuseio em mata, como faces, foices, sapas, abafadores. Denncias A populao pode denunciar queimadas urbanas no 193 do Corpo de Bombeiros ou nas secretarias de meio ambiente dos municpios. J os incndios nas reas rurais, podem ser denunciados na Sema pelo 0800 65 3838 ou tambm no Corpo de Bombeiros.

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️