baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021

Programa “Bem Juara” completou 12 anos com cultura gaúcha na região do Vale do Arinos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O programa “Bem Juara” que tem uma temática gaúcha, completou 12 anos de idade no último domingo, dia 31 de janeiro. Jones de Jesus Pilocelli, popular Gauchinho, foi o fundador do programa e desde então o apresenta buscando constantes inovações.

Ele lembrou que há 12 anos, no primeiro domingo do mês de fevereiro, o programa “Isso é Bem Juara” foi iniciado com a ideia de preservar a cultura gaúcha de muitos patriarcas que ajudaram na construção de Juara. Com o transcorrer dos anos, o nome do programa foi simplificado para “Bem Juara”.

Gauchinho disse que ainda surgiu após ver “os nossos patriarcas, os nossos pioneiros, sendo eles os grandes investidores, os que mais acreditaram nessa terra”. Para fazer as homenagens, foi criado no programa o quadro “Homenagem ao Patriarca”, tendo como primeiro homenageado um dos colonizadores de Juara, o saudoso José Paraná.

No decorrer dos anos, Gauchinho foi criando músicas em homenagem aos pioneiros, canções para as comunidades com um estilo gaúcho misturado com a cultura juarense, por isso o nome “Bem Juara”.

“Junto com a história de Juara, que se iniciou em meados da década de 70, nós vamos homenageando o agricultor, o pecuarista que são os que mais geram emprego e renda para a região e depois, entre outros moradores pioneiros da região”.

A cultura gaúcha é muito forte e se misturou com a cultura dos mato-grossenses e outros imigrantes de outros estados. Gauchinho observou que nas décadas passadas, muito gaúchos se mudaram para a região do Vale do Arinos e agora com o avanço da agricultura, outras pessoas do Sul do país estão se mudando para a nossa região.

O apresentador revelou que atualmente seu programa conta com novos patrocinadores e novos ouvintes que vieram do Rio Grande Sul, estado esse que possui uma agricultura forte.

Outro destaque do programa “Bem Juara” são os versos e repentes criados pelo apresentador Gauchinho. “Às vezes eu brinco com o ouvinte, faço um verso para as comunidades e para todos os ouvintes que sempre estão participando com a gente”.

No Rio Grande do Sul, muitos gaúchos fazem versos e trovas, Gauchinho lamentou que atualmente essa cultura está acabando porque são mais antigas as pessoas que fazem os versos e trovas. Ele lembrou que atualmente a quantidade de trovadores diminuiu significativamente.

Para esse ano de 2021, novas ideias serão implementadas no programa “Bem Juara”. O apresentador ressaltou que o próprio ouvinte sempre traz ideias novas e nesse mês de fevereiro acontecerá uma premiação diferenciada em comemoração ao aniversário do programa. “Estou com umas ideias de umas vinhetas novas, falando sobre essa mistura da tradição gaúcha com o povo do Vale do Arinos”, anunciou.

Gauchinho ressaltou que a rádio Tucunaré sempre ofereceu o apoio que precisou. “Sem a Tucunaré, seria ninguém, né cara. Sem a Tucunaré quem que era Gauchinho? Era apenas mais um aí cantando nos butecos, como se fala, nos butecos da vida né. Tucunaré me deu esse espaço e agradeço muito a Valéria, ao doutor Francisco e a toda a diretoria que abriu esse espaço e caiu na graça da população do Vale do Arinos”, concluiu.

Fonte: rádio Tucunaré e site Acesse Notícias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️