baner topo1
Juara – Mato Grosso
Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021

Ministério Público instaurou procedimentos para acompanhar a vacinação contra Covid 19 em Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Assessoria de imprensa da câmara de Juara

O Ministério Público Estadual por meio da Promotoria Pública de Juara instaurou procedimentos para acompanhar a vacinação contra Covid 19 no município, bem como verificar o plano que foi estabelecido em que se criaram as prioridades de vacinação, visto que o número de vacinas que vieram para o município foi muito pequeno.

O promotor da área civil, Dr. Herbert Dias Ferreira explica que com a finalidade de adequar a legislação ao plano municipal, recomendou a administração publica para que proceda imediatamente a vacinação contra Covid 19 em todos os idosos acima de 80 anos de idade e daqueles que são portadores de alguma comorbidade, tendo em vista que o estatuto do idoso prevê que essas pessoas acima de 80 anos tem uma primazia na politica pública de saúde em relação a qualquer outra categoria.

Em resumo, isso significa priorizar os idosos e enfermos que representem efetivamente grupos de risco, “e que são as maiores vítimas e vão a óbito”, e somente após esse procedimento sejam vacinados profissionais que não estão na linha de frente de combate a Covid-19.

“Se o número de doses da vacina recebidas pelo município for menor que a demanda efetiva, deve-se verificar uma forma de otimizar as aplicações atingindo de maneira abrangentes aqueles que são mais vulneráveis a doença e pode vir a óbito, nesse caso, os idosos acima da idade citada e as pessoas com comorbidade”, pontuou o promotor.

A Notificação Recomendatória já foi expedida pelo Ministério Público Estadual por meio da Promotoria Pública de Juara a fim de que haja uma adequação nesse plano de vacinação em relação a essas pessoas acima citadas, e que em um segundo momento vacine outros profissionais, que embora exerçam atividades de grande importância, mas que não estejam na linha de frente da Covid-19.

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site