baner topo1
Juara – Mato Grosso
Domingo, 07 de Marco de 2021

Psicóloga aconselha controle da ansiedade na espera de vacinação contra Covid-19 em Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Com o surgimento da pandemia do Covid-19, a quantidade de pessoas com sintomas de ansiedade, depressão e insônia teve um grande aumento no período de quarentena e isolamento social. Isso é o que muitos profissionais da área da saúde relatam em todo o mundo.

Com relação as primeiras aplicações da vacina contra o vírus, muitos comentários, dúvidas e teorias surgem. E diante disso, muitas pessoas ficam com medo diante desse novo cenário.

A psicóloga Maiara Franco Rodrigues, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Juara, ressaltou em entrevista para a reportagem da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias que temos medo de tudo aquilo que não conhecemos e no contexto da pandemia, é natural que as pessoas se sintam inseguras. “A única forma da gente enfrentar esse medo, é você conhecendo de fato a situação”, completou.

As vacinas estão sendo desenvolvidas por vários institutos renomados, com vários anos de pesquisas, com profissionais eficazes e competentes. A Dr. Maiara reconheceu que pode sim se gerar um certo receio, mas é necessário se pensar no sentido de precaução, de empatia com o próximo e de segurança.

Para as pessoas que tem medo de tomar a vacina, a psicóloga orientou que se deve procurar informações corretas e tomar cuidados com os tipos de informações obtidas, principalmente as que são vinculadas nas redes sociais. Uma opção é procurar as notícias relacionados as vacinas diretamente nos sites oficiais dos institutos.

A psicóloga explicou que o medo traz uma alteração na percepção e compreensão da realidade, o que potencializa as coisas fazendo que aquilo que parecia simples se torne grande. Ela também afirmou que é sempre necessário buscar conhecer a realidade, o contexto pelo qual a vacina foi produzida.

“As pessoas estão com medo de que a vacina foi feita muito rápida, bom, a situação aconteceu de uma forma muito avassaladora e realmente ouve uma urgência da produção dessa vacina”, observou.

Com relação a ansiedade das pessoas que desejam tomar a vacina, a psicóloga lembrou que existe um protocolo a ser seguido com relação aos procedimentos onde são feitas as etapas. Segundo ela, a única forma de diminuir a ansiedade é se cuidar individualmente e seguir os protocolos de prevenção.

Fonte: rádio Tucunaré e site Acesse Notícias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️