Juara – Mato Grosso
Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Homens foram condenados por assassinato e esquartejamento de corpo em Porto dos Gaúchos

foto tribunal de justiça de Mato Grosso

Justiça condena assassinos de colega em trabalho em fazenda de Porto dos Gaúchos a quase 80 anos de prisão

Três anos após o crime, a justiça de Porto dos Gaúchos condenou os 02 (dois) réus que mataram e esquartejaram um colega de trabalho em uma fazenda no município de Porto dos Gaúchos em 2019, no km 47, em uma localidade conhecida como Iraque a 77 anos de prisão somando a penas dos 02 condenados.

Os condenados são Ronaldo da Luz Felix, conhecido por Parazinho e seu comparsa, Ilso Rosa de Oliveira, popular Neguinho.

A condenação foi anuncia após o termino do júri que ocorreu no Fórum de Porto dos Gaúchos nesta quarta-feira, dia 05 de outubro de 2022.

Ronaldo pegou 40 anos de prisão em regime fechado. Ele já tinha cumprido mais de 03 anos na cadeia pública de Porto dos Gaúchos. Ele responderá pelos crimes de homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e ocultação de cadáver.

O colega Neguinho foi condenado a 35 anos. Ele se encontra foragido da justiça desde a época em que praticou o crime.

A vítima que foi identificado apenas pelo apelido de Gordinho foi morta e esquadrejada na Fazenda Abacaxi. Os acusados foram denunciados pelo Ministério Público e o júri foi baseado nas provas existentes e depoimentos de um dos acusados.

No dia do crime, outro homem também foi baleado pelos criminosos, mas não morreu e conseguiu fugir.

A fazenda onde aconteceu esse crime também já foi alvo de outros crimes.

Fonte: radiotucunare/acessenoticias/com Roseno Barros

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br