Juara – Mato Grosso
Domingo, 14 de Agosto de 2022

Polícia Militar age rápido e evita que mulher seja estuprada em Juína

Uma ação rápida de uma guarnição da Polícia Militar evitou que uma mulher fosse estuprada dentro de sua própria residência no bairro módulo – 4, na cidade de Juína, ao Noroeste de Mato Grosso. O fato aconteceu no fim da noite de ontem.

Segundo a Polícia Militar, a guarnição composta pelo Sargento PM Valdiney e Soldado PM Chemppi realizava rondas na rua das Hortências quando uma mulher parou os policiais e relatou que ouviu algo de estranho na casa de sua vizinha (barulho forte) e que poderia estar ocorrendo algum crime. De imediato os policiais desembarcaram da viatura e ao se aproximarem da casa já visualizaram a porta da sala arrombada. Ao se preparem para adentrarem na residência a dona da casa saiu correndo e gritando por socorro, e falando que estava sendo vítima de estupro, ela acabou sendo acolhida por sua vizinha.

A guarnição da PM realizou o cerco no imóvel para efetuar a prisão do criminoso quando ele saiu em fuga pela porta dos fundos e pulou o muro de outra casa, mas acabou sendo abordado e preso.

Muito abalada, a vítima, de 56 anos, relatou que estava dormindo em seu quarto quando o bandido arrombou a porta e já abordou a vítima, e com pedaço de madeira nas mãos ameaçava a senhora para ficar calada e tentou estupra-la, no entanto, com a chegada da Polícia Militar ele ficou assustado e foi justamente nesse momento que a vítima conseguiu correr e pedir por socorro evitando que fosse abusada sexualmente por ele.

O suspeito que é mudo trata-se de Weliton Jeová Almeida Da Silva, de 26 anos, o ‘mudinho’, que foi encaminhado para à delegacia de polícia. Ele já foi preso em julho do ano passado após furto qualificado em um depósito de madeira no município.

A vítima acabou ficando ferida após correr e pular o muro em busca de ajuda.

Fonte: Juinanews

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.