Secretaria de Saúde alerta que resultado conclusivo do paciente de Juara com COVID 19 depende do Lacen

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A secretária de saúde de Juara Sílvia Sirena concedeu entrevista a rádio Tucunaré para falar sobre as últimas notícias de um caso que teve os exames rápidos para coronavírus positivo.

Logo pela manhã a secretária se reuniu com sua equipe técnica da secretaria e outros tomaram as providências cabíveis, embora já estavam tomando todas as providências, com as orientações de prevenção.

O vírus não chegou agora, ele foi detectado agora”, disse. Os exames realizados como teste rápido não são considerados oficiais, testes de triagem e, portanto, pela manhã do dia 20 foi encaminhado para Cuiabá ao laboratório do governo LACEN, que deverá emitir uma resposta com prazo de 48 horas. Se for confirmado o caso de Juara estará entrando para as estatísticas.

Em relação à família desse paciente, Sílvia orienta que não devem procurar a unidade de saúde agora, pois nesse momento precisa manter distanciamento e isolamento e deixar que o tempo mostre, caso apareça algum sintoma e quando então, alguma medida para o tratamento pode ser feita.

Sobre a possibilidade de existir o falso positivo nos exames de teste rápido, ela disse que com muita frequência e isso acontece, por isso é preciso aguardar o exame do LACEN.

A secretária explicou, que ao observar os gráficos dos boletins epidemiológicos emitidos pelo Secretaria de Saúde do Estado, vem relacionado o número de casos descartados e os confirmados. “O diagnóstico conclusivo depende do LACEN”, disse.

Sobre os casos suspeitos do dia 19, onde o filho do Prefeito de Juína Altir Peruzo que trabalha no frigorífico JBS de Juara, Sílvia lembrou que é um caso totalmente diferente desse senhor de 88 anos. Esse rapaz teve contato com o pai, que está portador da doença há mais de 7 dias. “Uma pessoa que tem contato hoje com

uma pessoa doente, tem um certo tempo para que o teste possa detectar o vírus e depende de sintomas”, disse.

A vigilância epidemiológica iniciou imediatamente a investigação sobre esse caso positivo em Juara para conhecer de que maneira ele contraiu a doença. Existe uma sala de monitoramento que continua e esse caso a família vai sendo monitorada.

Ouça áudio da secretaria Sílvia Sirena

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️