baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Tribunal Regional Federal cassa HC que tirou Eder da cadeia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Em deciso unnime, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Regio (TRF-1), revogou a liminar em habeas que havia concedido liberdade ao ex-secretrio de Estado, Eder Moraes, no dia 24 de junho. Ainda no h confirmao se Eder voltar a ser preso no Centro de Custdia de Cuiab, uma vez que a defesa no informou ainda qual a situao do ex-secretrio neste momento. O despacho desta segunda-feira (25), ou seja, um ms depois de Eder ter deixado a priso beneficiado por uma deciso do desembargador federal Cndido Ribeiro. A ltima priso preventiva contra Eder tinha sido decretada no dia 3 de junho pelo juiz federal Jeferson Schneider, responsvel pelos inquritos policiais e aes penais da Operao Ararath que tramitam na Justia Federal de Mato Grosso. O ex-secretrio foi acusado de ter violado os termos de uso da tornozeleira eletrnica por 92 vezes em 2 meses ao longo de 2015. Ao ganhar liminar, Eder deixou a priso na noite do dia 24 e voltou a usar tornozeleira eletrnica, alm de recolhido em casa no perodo noturno e aos finais de semana. Ele tambm no pode manter contato com outras pessoas investigadas em inquritos policiais da Ararath e nem com os rus nas vrias aes penais que tramitam na Justia Federal. Agora, em tese, Eder volta para a cadeia j que a liminar foi revogada e o mrito do habeas corpus foi negado pela 4ª Turma do Tribunal Regional Federal. Porm, a defesa ainda no comentou a nova deciso. Moraes apontado pelo Ministrio Pblico Federal (MPF) como o mentor e operador poltico de um complexo esquema de lavagem de dinheiro colocado em prtica com apoio do empresrio Grcio Marcelino Mendona Jnior, o Jnior Mendona, que utilizava 2 de suas empresas para fornecer emprstimos a polticos e empresrios. No pagamento, era utilizado dinheiro pblico oriundo de esquemas de corrupo e at firmados supostos contratos com o Estado. Coforme o MPF, pelo menos R$ 500 milhes foram movimentados nos ltimos anos pelos envolvidos no esquema de crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Eder j tem uma condenao de 69 anos e 3 meses de priso por crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro, mas recorre da deciso. Leia mais sobre o assunto aqui.

Com muito ❤ por go7.site