Sintep e governo de Mato Grosso tentam acordo no MPE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Hoje (26) completam 57 dias de greve dos servidores da Educao do Estado. Na tentativa de um acordo entre o Sindicato dos Servidores no Ensino Pblico (Sintep-MT) e Governo, est agendada uma reunio no Ministrio Pblico Estadual s 14h desta tera-feira. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Educao (Seduc) informa que o secretrio, Marco Aurlio Marrafon, est ciente da reunio e confirma presena. O presidente do sindicato, Henrique Lopes, confirmou presena de sua diretoria. O Sintep-MT entrou em greve no dia 31 de maio ao lado dos demais servidores pblicos que reivindicavam o pagamento da Reviso Geral Anual (RGA). Parte da recomposio foi cedida via projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa, mas os professores mantiveram a paralisao por conta de outras demandas. Pedem a suspenso integral do edital das Parcerias Pblico-Privadas (PPPs) e convocao das conferncias participativas para debater o assunto; e que o governo apresente uma proposta para integralizar os percentuais da Lei de Carreira 510/13 at a prxima data base da categoria. O calendrio de concurso pblico, que tambm estava na pauta, foi atendido pela Secretaria de Estado de Educao (Seduc). “Deste encontro hoje esperamos que as nossas pautas sejam atendidas. o mnimo para superar o impasse. As posies do governo j foram objetos de discusso e rejeio pela categoria. Nosso parmetro a legislao”, afirma Henrique Lopes. As tentativas de negociaes diretamente entre sindicato e Seduc j foram vrias desde o momento que a greve completou 1 ms at o momento. Sintep-MT garante que se houver avano no entendimento, compromete-se a avaliar junto s bases. Entretanto, o governo j sinalizou que j esgotaram todas as possibilidades de acordo. “J temos um calendrio de atividades que prev atos locais no dia 27/07 e ato pblico estadual dia 01/08. Porm, estas agendas podem sofrer alteraes, caso haja avanos nas negociaes junto ao governo”, afirma Lopes.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️