baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021

Sócio-proprietário de posto de combustível explica sobre vídeo fake news de reembolso do cliente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Um vídeo circulou nas redes sociais na semana anterior mostrando que um cliente teria sido reembolsado por um posto de combustível na capital do Estado após fazer o abastecimento.

O reembolso segundo a publicação do vídeo se tratava do valor do imposto pago pelo contribuinte (cliente).

A publicação desse vídeo gerou muitas especulações e dúvidas para os clientes. Com a finalidade de explicar essa realidade a população, o contador e sócio proprietário de posto de combustível em Juara, Diorges Mariano disse que a informação contida nesse vídeo é simplesmente uma fake news para enganar as pessoas e colocar em dúvida sobre a questão dos impostos.

“Esse informação não é verdadeira, e sim uma fake news, e nada contido nela procede, até porque não tem nenhum tipo de reembolso que posto deva fazer ao consumidor por conta de algum imposto, que seja isento nesse”, explicou Diorges.

Os postos de combustíveis através de seus proprietários jamais teriam condição de fazer essa devolução para os clientes, o vídeo diz que o consumidor recebeu esse imposto Federal que é destacado ali naquele cupom fiscal, mas isso não passa e inverdade, e eu não sei se foi feito com má intenção por parte desse consumidor ou  se foi feito por talvez uma falta de conhecimento, mas ocorre que o governo federal ele lançou uma isenção sobre o PIS e Cofins, onde somente o óleo diesel.

Com relação a esse caso específico, a pessoa deve ter abastecido etanol, onde se trata de uma redução, que é diferente da gasolina, e muitas vezes, essa informação não foi retirada, ou seja, não foi zerada da faixada do posto, e a pessoa acaba confundindo. A informação contido nos postos são apenas orientativas e nada tem a ver com reembolso do consumidor, até porque quando as refinarias vende os combustíveis para os postos, os impostos já vem contabilizados, isto é, já vem pago.

Nenhum posto de combustível tem condição de ressarcir ou devolver esse valor ao cliente, voltou a dizer Diorges, ao ressaltar que as informações dos postos que são visíveis é meramente ilustrativa (informativo), sendo um valor aproximado, porque o posto não fez alteração no sistema fiscal.

Fonte: Radiotucunare/acessenoticias

Com muito ❤ por go7.site