Tribunal de Justiça mantém na cadeia, Aroldo Tropeiro por matar homem a facadas em Juara

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso manteve a prisão de Aroldo Tropeiro, acusado de matar a facadas, Reinaldo José de Souza, de 39 anos na Avenida José Alves Bezerra em frente ao Galpão América em Juara em fevereiro de 2020.

Na ocasião, a vítima estava estacionando sua motocicleta em frente ao local citado acima, quando foi atingido na região das costas pelo acusado. Sua esposa ainda tentou socorrer, mas foi empurrada pelo agressor.

Ainda em fevereiro, a Justiça de Juara decretou a prisão preventiva do suspeito, que, no entanto, só foi localizado em julho, por meio de investigações da Polícia Civil. A defesa dele ingressou com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça alegando que a prisão é “ilegal”. A justificativa é de que a “decisão se limitou a considerar a natureza do crime de homicídio de forma genérica e abstrata, sem fundamentação idônea”.

Os argumentos, no entanto, não convenceram os desembargadores da Segunda Câmara Criminal. O relator, desembargador Rui Ramos Ribeiro, destacou que há “motivos plausíveis para que o pronunciado seja mantido em cárcere provisório a fim de resguardar a ordem social e garantir a finalidade útil do processo, possibilitando que o Estado eventualmente exercite o seu direito de punir, aplicando a sanção devida, acaso reste comprovado que o favorecido nessa ordem é o autor do delito de homicídio a ele imputado”.

Imagens das câmeras de segurança filmaram o momento em que Reinaldo foi atacado. A mulher dele estava se preparando para subir na motocicleta, quando um homem se aproxima, a empura e, em seguida, começa a esfaquear Reinaldo. A mulher ainda tentou evitar que o companheiro fosse esfaqueado, porém, foi segurada por outros dois homens.

Reinaldo foi socorrido e levado a uma unidade de saúde, no entanto, não resistiu aos ferimentos. A suspeita é que o crime tenha sido cometido por vingança.

Fonte: redação-acessenoticias/radiotucunare

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️