Juara – Mato Grosso

14 de junho de 2024 11:43

[dataehoranews]

Pecuarista e produtores rurais que não declarar estoques terão CPF suspensos, alerta Indea de Juara

Após a suspensão da vacinação contra Febre Aftosa em Mato Grosso, os produtores rurais (pecuaristas) tem uma nova missão que é a Declaração de estoque para os produtores rurais que moram em comunidades e assentamentos precisam fazer essa atualização de estoque de rebanho, que termina no dia 31 de maio de 2023, comunicação esta que é considerada obrigatória.

A campanha substitui a vacinação contra a febre aftosa, que não é mais necessária este ano após 40 anos de imunização.

Além dos criadores de gado, os produtores rurais de outras dez espécies, como búfalos, ovelhas, suínos, cavalos, frangos, abelhas e peixes, também precisam fazer a comunicação da quantidade de animais na sua propriedade junto ao Indea.

O médico veterinário do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) de Juara, Francisco Valtenio Sales, popular Chiquinho explica que muitos pecuaristas estão confundindo essa questão, e não estão fazendo as declarações, e isso pode implicar em consequências futuras ao produtor.

Em todo Estado de Mato Grosso, mais de 50 mil produtores rurais já fizeram a comunicação do número de animais nas propriedades junto ao Indea, Instituto de Defesa Agropecuária desde o início da campanha, que foi no dia 1º de maio deste ano.

Vale lembrar que o produtor rural que não fezer a comunicação não conseguirá mais emitir a GTA, que é a Guia de Trânsito Animal, além de ficar impedido de comercializar os animais.

Chiquinho enfatizou ainda que também haverá penalidades, como aplicação de multas, que podem chegar a seis mil reais para aqueles que não realizarem a comunicação no prazo previsto.

Fonte: Radio Tucunaré/ Acesse Noticias /Soan de Barros

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br