Juara – Mato Grosso

21 de abril de 2024 01:39

[dataehoranews]

Setembro Amarelo: CAPS de Juara realizará campanha de orientação para identificação de potenciais suicidas.

Uma a cada 100 mortes acontece por suicídio e o Brasil é campeão na América Latina em número de suicídios. Em Juara, 7 casos aconteceram no primeiro semestre desse ano. Um índice considerado preocupante.

Harison Fonseca é coordenador do CAPS de Juara e concedeu entrevista para a Rádio Tucunaré e Acesse Notícias para falar sobre o Setembro Amarelo, alertar sobre os suicídio.

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, organiza, em território nacional, o Setembro Amarelo®. O dia 10 deste mês é, oficialmente, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a iniciativa acontece durante todo o ano. Atualmente, o Setembro Amarelo® é a maior campanha anti estigma do mundo! Em 2022, o lema é “A vida é a melhor escolha!” e diversas ações já estão sendo desenvolvidas.

Em Juara a Secretaria de Saúde possui o atendimento do CAPS – Centros de Atenção Psicossocial com trabalhos voltados com atendimentos individuais e também atendimento Clínico com psiquiatra, possui grupos de combate ao tabagismo, grupos terapêuticos e outros.

Segundo Harison, algumas ações serão desenvolvidas com trabalho de orientação de como identificar pessoas com sinais depressivos que podem levar ao suicídio, envolvendo outros pontos de atendimento, como a sede da terceira idade, o CRAS, escolas e unidades básicas de saúde.

Entre os dias 19 e dia 26 de setembro, cada uma dessas unidades estarão oferecendo um empenho maior, para conscientizar as pessoas a respeito do suicídio.

Todos os bairros através do PSF serão visitados pela equipe disciplinar do CAPS com orientações sobre o suicídio.

As pessoas que necessitarem ajuda, orienta que a procura pode ser espontânea ou não e o atendimento começa entre as 07 às 11 horas e das 13 às 17 horas de segunda a sexta-feira. Pacientes encaminhados por médicos também seguem o mesmo protocolo, orientou.

A psicóloga Bruna Souza informou, que os atendimentos são realizados para as pessoas com sofrimento psíquico persistente e Severo.

As ações organizadas visam a realização de palestras com intuito de conscientizar a população sobre os riscos do suicídio, pois prevenir e informar sobre os sinais, que uma pessoa apresenta, e também os fatores de risco e proteção e ainda, quais serviços ela pode buscar para ser atendida, explicou Bruna.

A psicóloga Bruna disse ainda que a melhor forma de evitar o suicídio é falando sobre ele.

A maioria dos casos que ela atende são de pessoas que estão passando por uma situação de Sofrimento profundo e é necessário acompanhamento adequado com a psicoterapia e atendimento com médico psiquiatra para dar melhor qualidade de vida para essas pessoas e compreender o que ela está passando e vivenciando, por isso é importante o tratamento profissional e que a pessoa se sinta à vontade de procurar ajuda, disse.

A campanha “Setembro Amarelo” alerta as pessoas para que percebam, que não estar se sentindo bem, pode ser resolvido através do tratamento.

Além do CAPS o PAM também oferece serviço psicológico, explicou Bruna.

90% dos casos de suicídio estão associados a algum tipo de transtorno mental, como depressão e por isso, se esses sintomas forem tratados por profissionais adequados, os suicídios podem ser evitados, concluiu.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br