Juara – Mato Grosso
Domingo, 03 de Julho de 2022

Vereador fará enfrentamento com indígenas e produtores contra construção da Usina Hidrelétrica Castanheira em Juara

O vereador Luciano Olivetto em entrevista à rádio tucunaré, relatou que nos últimos 30 dias, tem se dedicado às questões da Agricultura Familiar, tanto dos pequenos assentados, como pequenos agricultores e também dos povos indígenas, que vem se destacando na área de agricultura familiar.

Ele conta, que realizou uma visita ao evento “Pedreira Palmital Produtiva”, que considera de extrema importância para 52 famílias de produtores, que anualmente injetam no município de Juara, mais de 6 milhões de reais devido à produção.

A intenção do parlamentar é fazer um monitoramento das necessidades do local, e citou como exemplo, a hidrelétrica Castanheira, que segundo ele, tem se mostrado inviável.

Através de um convite do Cacique Dionísio, o vereador Luciano Olivetto e o Vereador Zé Galvão foram até Aldeia e puderam verificar a necessidade de melhores estradas, e diante disso, fizeram a solicitação de manutenção para o novo secretário de Transporte Toninho Araújo e dentro das previsões, espera que até o dia 6 de Junho possa melhorar essa questão no território indígena entre as aldeias Apiacás, Kaiabis, Munduruku e Mayrob.

Em andamento aos seus propósitos, Olivetto estará em Cuiabá junto a deputados e outros vereadores, para se inteirar sobre a intenção de construção de usinas e daí, poder auxiliar os produtores e povos indígenas, municia-los de informações, para fazerem “um enfrentamento na vinda dessa usina, que cada dia mais se mostra inviável, principalmente com o crescimento e fortalecimento das energias limpas como a energia fotovoltaica”, encerrou.

Fonte: Rádio Tucunaré Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.