baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sábado, 16 de Outubro de 2021

Governo de Mato Grosso recua para encerrar greve

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O secretrio de Estado de Educao, Marco Marrafon, apresentou, no final da manh desta tera-feira (5), aos representantes dos professores e servidores da rede estadual de ensino, em greve desde 31 de maio, uma proposta de conciliao, com a inteno de finalizar o movimento paredista. Os servidores da Educao esto em greve pela Reviso Geral Anual (RGA) de 11,28%, pela realizao de concurso pblico e contra as Parcerias Pblico-Privadas (PPPs). A proposta do Governo tem como principais pilares a constituio de um calendrio de realizao do concurso pblico reivindicado e o recuo com relao s PPPs, afastando-as da conduo pedaggica das escolas. No entanto, quanto RGA, Marrafon no foi alm do que j est aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) e que portanto j tem fora de lei. Trata-se do reajuste de 7,36% em trs parcelas: 2% em setembro, 2,68% em janeiro de 2017 e 2,68% em abril de 2017. Os 3,92% restantes sero pagos em duas parcelas: junho e setembro de 2017. “Temos limites fortes em relao ao dilema oramentrio”, reiterou o secretrio. No entanto, segundo ele, vai manter o dilogo com a categoria. “Esta a forma mais democrtica para resolver a questo”, disse, aps a reunio com o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Pblico de Mato Grosso (Sintep-MT). Marrafon destacou que a proposta do Governo foi entregue formalmente e espera uma deciso da categoria, que nesta segunda-feira (4) decidiu em assemblia geral manter a greve, diferentemente de pelo menos outras sete carreiras do Estado, que, mediante a aprovao do projeto da RGA na AL-MT, voltaram ao trabalho. Segundo Marrafon, “as revindicaes esto sendo tratadas com o devido respeito e legitimidade”. Mas, segundo ele, preciso encontrar uma sada, que contemplo a categoria e a capacidade oramentria do Executivo. Devido greve, os alunos esto h 1 ms sem aula. O secretrio demonstrou preocupao com isso. “Importante dizer que os estudantes tm direito fundamental de estudar e temos todos que zelar por isso”. Aps a reunio, o presidente do Sintep, Henrique Lopes , disse que a categoria vai ficar, em viglia, em frente Secretaria de Estado de Educao (Seduc), para pressionar o Governo. “Ns esperamos que esta semana seja positiva, que tenhamos uma proposta concreta, que seja minimamente aceitvel, para podermos por fim greve”, comentou o sindicalista. Ele avaliou a reunio como propositiva.

Com muito ❤ por go7.site