Juara – Mato Grosso

16 de abril de 2024 04:30

[dataehoranews]

Aumento Expressivo de Casos de Dengue, Zika e Chikungunya Preocupa Autoridades de Saúde em Juara

A médica Dra. Bruna de Oliveira Alves, do Centro de Saúde do município de Juara, conversou com a equipe de reportagem da Radio Tucunaré, e Site Acesse Noticias, para falar sobre o aumento significativo de casos de dengue, zika e chikungunya durante o atual período chuvoso.

Desde o início do aumento das chuvas na região, a equipe de saúde de Juara observou um aumento expressivo nos casos dessas doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. A Dra. Bruna Alves não forneceu números exatos, mas estimou um aumento de aproximadamente 20% nos casos nos últimos dois meses.

Ela enfatizou que as três doenças começam com sintomas leves, como mal-estar, dores no corpo, dores nas articulações e dores de cabeça, podendo evoluir para síndromes hemorrágicas graves.

A médica ressaltou ainda que a confusão entre os sintomas da dengue e de uma gripe é comum. Muitas pessoas acabam tomando medicamentos inadequados, como anti-inflamatórios, o que pode agravar a situação. “A dengue geralmente piora com o uso de anti-inflamatórios. Sintomas gripais devem ser tratados apenas com dipirona e paracetamol. Caso persistam, é fundamental procurar a unidade de saúde para fazer o teste”, alertou Dra. Bruna.

Ao ser questionada sobre o risco de morte associado a essas doenças, a médica enfatizou que a dengue é a mais perigosa, podendo evoluir para casos de sangramento incontrolável e até mesmo óbito. A zika, por sua vez, é preocupante para gestantes, pois pode causar má formação nos fetos. Já a chikungunya pode se tornar uma condição crônica, afetando as articulações ao longo da vida.

Quanto à distribuição dos casos em Juara, a Dra. Bruna Alves destacou que a dengue é a mais prevalente, seguida pela zika e chikungunya. Os testes rápidos são fundamentais para o diagnóstico, sendo o NS1 da dengue o mais sensível, positivando a partir do terceiro dia de sintomas.

A médica orientou a população sobre os passos a serem seguidos em caso de suspeita. “Caso os sintomas sejam simples e haja melhora com medicações orais, procure sua unidade de saúde para diagnóstico e tratamento. Se os sintomas forem graves, com suspeita de sangramento, o hospital municipal é o local adequado, e posteriormente, o paciente pode ser encaminhado para o PSF para diagnóstico mais aprofundado”, esclareceu a doutora.

Diante do aumento expressivo de casos, as autoridades de saúde em Juara estão intensificando as campanhas de prevenção, conscientização e combate ao mosquito transmissor, enfatizando a importância da colaboração da comunidade para evitar a proliferação dessas doenças.

Fonte: Radio Tucunaré e Acesse Noticias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br