Juara – Mato Grosso
Domingo, 26 de Junho de 2022

Condenado a 16 anos de prisão homem que matou desafeto com 43 facadas em Juara

Reinaldo Costa Silva foi condenado a 16 anos de prisão pela prática de crime previsto no artigo 121 qualificado, §2º, incisos I por motivo torpe, II meio cruel e III recurso que dificultou a defesa da vítima todos do código penal.

Conforme denúncia oferecida pelo Ministério Publico do estado de Mato Grosso o réu Reinado Costa, no dia 28 de agosto de 2019, por volta das 10 horas da manhã na Rua Primavera do Bairro Porto Seguro em Juara, invadiu a residência da ex e desferiu 43 golpes de faca contra  Valdir Ferreira Lima que foi a óbito no local, ele aproveitou que ambos estavam dormindo e pegou de surpresa sem dar chance de defesa a vítima.

Após cometer o crime Reinaldo empreendeu fuga, sendo preso pela polícia militar na rodovia do vale horas depois, ele foi conduzido para a delegacia e autuado em flagrante e ficou a disposição do Juiz, na cadeia do município onde aguardou seu julgamento que aconteceu na quarta-feira dia 18 na comarca de Juara.

O júri popular teve inicio às 08 horas e terminou às 19 horas com a votação sigilosa dos jurados que reconheceram que os atos praticados pelo acusado deram causa morte da vítima e votou pela condenação do réu, o juiz deu a sentença de 16 anos de reclusão, inicialmente fechado sem permissão para recorrer em liberdade.

A defesa do réu foi realizada pela advogada Simone Bergamaschi, a sua tese foi de que seu cliente agiu sob violenta emoção e injusta provocação da vítima, oque não foi acatada pelo corpo de jurados, a tese de acusação realizada pelo representante do ministério publico criminal Dr. Paulo José do Amaral Jarosisk de que o crime foi praticado por motivo torpe, II meio cruel e III recurso que dificultou a defesa da vítima, foi aceito pelos jurados.

Na decisão da sentença o Magistrado Dr. Alexandre Sócrates Mendes determinou que o réu fosse removido para a cadeia de Juína onde o mesmo possui familiar, a defesa ainda não decidiu se irá recorrer da decisão, uma vez que no tribunal de justiça, dependendo da decisão seu cliente poderá ter a pena aumentada ou diminuída.

Fonte: Acesse Noticias/Rádio Tucunaré

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.