Juara – Mato Grosso
Quarta-Feira, 08 de Dezembro de 2021

Polícia Civil Regional de Juína incinera mais de 140 quilos de drogas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
TV Cidade Verde

A Polícia Judiciária Civil Regional de Juína, incinerou nesta terça-feira, 16 de novembro, 144 quilos de drogas entre maconha, pasta base de cocaína e cocaína que foram apreendidas em operações nas cidades de Colniza e Aripuanã. A ação aconteceu numa fornalha de uma empresa privada do município.

O delegado Felipe De Paula Da Silva Pinho, disse que é um momento de prestação de contas da polícia para com a sociedade, que após um longo trabalho de inteligência e investigação com o apoio da polícia militar, juntos apresentaram um trabalho excepcional, retiraram de circulação uma grande quantidade de drogas que poderia ser usada por jovens, adolescentes e até mesmo crianças.

O delegado ressaltou que a quantidade de drogas incinerada foram apreendidas nos município de Aripuanã e Colniza, ficando os demais municípios que está sob seu comando para enviar as drogas apreendidas para o processo de incineração, perante os peritos da POLITEC, servidores do judiciário e ministério público.

Na avaliação do delegado, a droga incinerada gerou um prejuízo aos traficantes no valor aproximado de R$ 8.000.000.00, e destacou que a ação é fruto da união dos poderes e apoio do ministério público que sempre deram um aparato necessário para as ações policiais na região noroeste do estado de Mato Grosso.

O policial civil Flávio, lotado na delegacia municipal da cidade de Colniza, também participou do ato de incineração das drogas e conversou com a imprensa pontuando a importância das apreensões de drogas que tanto tem destruído a juventude como também a família, e a data de hoje ficará como um grande marco para as polícias que uniram forças e conseguiram retirar de circulação e enviar para incineração mais de 58 quilos de drogas apreendidas somente no município de Colniza neste ano, drogas variadas, como maconha, cocaína e pasta base de cocaína, e o mais importante segundo relatos do policial Flávio, foi a prisão de traficantes que através do crime organizado tentaram destruir a sociedade de Colniza, introduzindo drogas para consumo dos jovens.

Para o policial civil há uma satisfação de saber que muitos traficantes já foram julgados e condenados, gerando muitos prejuízos para o crime organizado.

Fonte: Juina News

Com muito ❤ por go7.site