Juara – Mato Grosso

24 de junho de 2024 19:32

[dataehoranews]

Assistente Social e Conselheira Tutelar destacam importância da Campanha Faça Bonito em Juara

Na última sexta-feira, dia 19 de maio de 2023, a Rádio Tucunaré recebeu no quadro de entrevista, Jamilton Nery assistente social do CREAS e Gessy Bruning conselheira tutelar para falar sobre a Campanha ‘Faça Bonito’ que teve seu primeiro evento na Praça dos colonizadores denominado ‘Cinema na Praça’, onde filme escolhido, ‘Red Crescer é Uma Fera’, é uma produção voltada para o público infantil, o que torna o evento ainda mais atrativo para as famílias que desejam desfrutar de uma experiência cinematográfica ao ar livre.

Durante a entrevista, o assistente social do CREAS, Jamilton Nery falou da importância da campanha e destacou que o Cinema na Praça serviu para agregar valores sociais, onde reuniu centenas de famílias, pais, mães, filhos e sociedade em geral, e desta forma superou as expectativas da organização.

Ele explicou que essa campanha tem como finalidade Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é uma data instituída no Brasil para conscientizar e mobilizar a sociedade sobre a importância de prevenir e combater esse tipo de violência, fato que ocorrido constantemente em Juara, originando em ação de combate por parte do CREAS, Conselho Tutelar, Ministério Público entre outros órgãos constituídos.

Já a Conselheira Tutelar Gessy Bruning explicou que o Conselho Tutelar tem a incumbência de garantir que as crianças e adolescentes tenham todos os seus direitos respeitados, sendo essa é a principal missão dos conselheiros tutelares, considerados essenciais na proteção da infância e adolescência no Brasil.

Em Juara, segundo a conselheira já foram registrados inúmeros casos de abusos sexuais, e diversos deles dentro do próprio seio familiar, assim como ocorre nas grandes cidades do Brasil.

Ela explicou que é importante que os pais fiquem atentos aos comportamentos dos filhos e filhas e destacou alguns sinais que podem ser percebidos pelos pais quando uma criança sofre abuso. Entre esses sinais estão:

1. Mudanças de comportamento
O primeiro sinal é uma possível mudança no padrão de comportamento da criança, como alterações de humor entre retraimento e extroversão, agressividade repentina, vergonha excessiva, medo ou pânico. Essa alteração costuma ocorrer de maneira imediata e inesperada. Em algumas situações a mudança de comportamento é em relação a uma pessoa ou a uma atividade em específico.

2. Proximidades excessivas
A violência costuma ser praticada por pessoas da família ou próximas da família na maioria dos casos. O abusador muitas vezes manipula emocionalmente a criança, que não percebe estar sendo vítima e, com isso, costuma ganhar a confiança fazendo com que ela se cale.

3. Comportamentos infantis repentinos
É importante observar as características de relacionamento social da criança. Se o jovem voltar a ter comportamentos infantis, os quais já abandonou anteriormente, é um indicativo de que algo esteja errado. A criança e o adolescente sempre avisam, mas na maioria das vezes não de forma verbal.

4. Silêncio predominante
Para manter a vítima em silêncio, o abusador costuma fazer ameaças de violência física e mental, além de chantagens. É normal também que usem presentes, dinheiro ou outro tipo de material para construir uma boa relação com a vítima. É essencial explicar à criança que nenhum adulto ou criança mais velha deve manter segredos com ela que não possam ser compartilhados com pessoas de confiança, como o pai e a mãe, por exemplo.

5. Mudanças de hábito súbitas
Uma criança vítima de violência, abuso ou exploração também apresenta alterações de hábito repentinas. O sono, falta de concentração, aparência descuidada, entre outros, são indicativos de que algo está errado.

6. Comportamentos sexuais
Crianças que apresentam um interesse por questões sexuais ou que façam brincadeiras de cunho sexual e usam palavras ou desenhos que se referem às partes íntimas podem estar indicando uma situação de abuso.

7. Traumatismos físicos
Os vestígios mais óbvios de violência sexual em menores de idade são questões físicas como marcas de agressão, doenças sexualmente transmissíveis e gravidez. Essas são as principais manifestações que podem ser usadas como provas à Justiça.

Ao encerrar, Jamilton convidou a população para participar do 2º evento relacionado a essa campanha que será a dia 27 de maio, sendo a Caminhada e Pedalada aberto a toda sociedade, inclusive aos pais para participarem desse importante ato social conscietizador, que sairá da Praça do Jardim América até o Centro de Eventos João Paulo II onde haverá lanches e um momento de recreação para todos os participantes.

Fonte: Radio Tucunare/acessenoticias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br